Como diferenciar uma criança bagunceira de uma hiperativa

Atualmente muito se fala sobre as crianças hiperativas. A verdade é que a hiperatividade se tornou um assunto da moda e como tudo o…

Atualmente muito se fala sobre as crianças hiperativas. A verdade é que a hiperatividade se tornou um assunto da moda e como tudo o que está na moda, é usado de forma exagerada. A criança bagunceira, levada e desobediente está sendo tratada como hiperativa. Saiba mais sobre o assunto e veja como diferenciar uma criança bagunceira de uma hiperativa.

A criança hiperativa é difícil de ser controlada. (Foto: divulgação)

Criança bagunceira pode ser saudável

A criança que é saudável tem muita energia. Antigamente, elas podiam brincar e pular o dia todo, sem que as mães precisassem se preocupar. Voltavam para casa, tomavam banho e dormiam, porque estavam exaustas. Atualmente, as crianças vivem presas em apartamentos, onde dividem o espaço com móveis e outros objetos que impedem sua liberdade para brincar.

A energia saudável da criança continua da mesma forma e ela precisa gastar. Sendo assim, ela fica pulando dentro da casa, correndo em volta da mesa, até que certo momento ela cai e se machuca. Dessa forma, a mãe costuma a pensar que a criança é hiperativa.

Muitos pequenos cheios de energia são por vezes rotulados como hiperativos. Porém, devemos ter em mente que mesmo indo para escola as crianças não conseguem gastar toda a energia que possuem, então vão gastar de outra forma, fazendo bagunça.

As crianças bagunceiras são muito confundidas como hiperativas. (Foto: divulgação)

Veja também hiperatividade na vida adulta, o que fazer 

Como diferenciar uma criança bagunceira de uma hiperativa

A criança hiperativa desde pequena é inquieta. Corre de um lado para o outro o dia todo, sem que ninguém consiga impedir. Tira as coisas do lugar, esparrama pelo chão e quase não as utiliza. Costuma interromper os adultos, respondendo de forma impulsiva e exagerada àqueles que o aborrecem. Elas não conseguem ficar sentadas por muito tempo em uma cadeira, seu comportamento é diferente do das outras crianças.

Continuar Lendo  Roupeiro Infantil Baby 2 Portas 2 Gavetas Rodial

A diferença entre uma criança que tem hiperatividade de outra bagunceira é que a segunda não apresenta distúrbios como perda relativa da visão ou audição, problemas com comunicação, estresse emocional, distúrbios do sono e convulsões, que são mais comuns em crianças hiperativas, além do mau humor constante.

O verdadeiro comportamento hiperativo prejudica a vida familiar, escolar e social das crianças. Os hiperativos encontram dificuldades de prestar atenção e aprender. Devido a incapacidade de filtrar estímulos, eles se distraem e tendem a ser mais agarrados às pessoas, precisando de muita atenção.

Para ser diagnosticada como hiperativa a criança tem que apresentar uma série de atitudes referentes a hiperatividade. Para a realização do diagnóstico final, é preciso fazer uma analise clínica por um especialista em TDAH, que irá analisar as características comportamentais e emocionais da criança, assim como as cognitivas.

Os pais devem entender que as crianças hiperativas entendem as regras, instruções e expectativas criadas pela sociedade. O grande problema é que elas possuem dificuldades em obedecê-las. Esse tipo de comportamento é acidental e não proposital.

Para definir se a criança é hiperativa é preciso fazer uma avaliação clínica minuciosa do comportamento. (Foto: divulgação)

Veja também como lidar com uma criança hiperativa

A hiperatividade é um problema muito confundido com comportamentos normais da criança. Para ser diagnosticado como hiperativo, o pequeno deve apresentar uma série de comportamentos e alterações que comprovem o problema. Sendo assim, os pais devem saber diferenciar uma criança bagunceira de uma hiperativa. Diante da dúvida, o médico pediatra deverá ser consultado.

Top