Com facilidade, Brasil supera o Irã e volta à zona de classificação para as Olimpíadas

A Seleção Brasileira Masculina de vôlei não teve dificuldades para vencer o Irã por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/18 e 25/16,…

Giba solta o braço para vencer o bloqueio iraniano. (Foto/Divulgação-CBV)

A Seleção Brasileira Masculina de vôlei não teve dificuldades para vencer o Irã por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/18 e 25/16, no Yoyogi National Stadium, em Tóquio, pela abertura da quarta e decisiva fase da Copa do Mundo de Vôlei.

O triunfo foi determinante para recolocar o Brasil na zona de classificação para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Com a derrota da Itália para a líder Polônia, os brasileiros reassumiram a terceira posição, com 19 pontos. Os poloneses seguem na frente, com 24 pontos, seguidos da Rússia, que tem 21.

Com um bom volume de jogo durante todo o duelo, os brasileiros variaram bastante os ataques para arrasar a Seleção do Irã, em 1h07 minutos de partida. Giba, com 15 acertos, foi o maior pontuador. Bem em quadra, o central Sidão, 14 pontos, e o oposto Leandro Vissotto, 11 acertos, também contribuíram para a vitória brasileira.

A seleção comandada pelo técnico Bernardinho retorna à quadra para encarar a forte Seleção da Polônia, neste sábado, às 4h (horário de Brasília). No domingo, o Brasil encerra sua participação no Mundial diante do anfitrião Japão.

O jogo

Logo no primeiro set, os brasileiros mostraram supremacia em quadra e saltaram na frente do marcador. Com bons ataques, o Brasil se manteve sempre com ampla vantagem. Tanto que na parte final do set, a equipe verde e amarela abriu 22 a 16. Depois, foi só controlar a parcial para fechar em 25 a 20.

A Seleção do Irã retornou para a disputa do segundo set disposta a complicar a vida do Brasil. O jogo dos iranianos encaixou e eles logo abriram 8 a 6. Entretanto, o Brasil assumiu a frente do marcador a partir da metade do set e não largou mais. Resultado: Brasil 25 a 18.

Leia Também:  Comitê Olímpico contrata profissionais para 2016

A exemplo do que aconteceu no final do segundo set, a terceira parcial começou com a Seleção Brasileira sobrando em quadra. Com saques fortes, o Brasil dificultava a recepção do Irã e não demorou muito para fazer 14 a 7. Com a equipe iraniana sem demonstrar poder de reação, os brasileiros seguiram no controle do jogo, fecharam o set em 25 a 16 e o jogo em 3 sets a 0.

Top