Bullying entre irmãos: o que fazer

Segundo um estudo recente feito pela Associação da agressão entre irmãos, ser atormentado pelo irmão com frequência pode ser prejudicial para a saúde mental…

Segundo um estudo recente feito pela Associação da agressão entre irmãos, ser atormentado pelo irmão com frequência pode ser prejudicial para a saúde mental da criança. Saiba mais sobre o assunto e veja o que fazer em casos de bullying entre irmãos.

É importante ficar atento para os sinais de bullying entre irmãos. (Foto: divulgação)

Bulling entre irmãos

O bullying por parte dos colegas de escola é um problema que pode ser facilmente identificado por todos. Já a intimidação por parte dos irmãos é muitas vezes considerada normal quando não deveria ser. Pesquisadores estudaram e entrevistaram mais de 3.500 crianças e jovens com idade média entre 1 mês e 17 anos, assim como seus pais. Foram avaliados vários graus e tipos de agressão entre irmãos e amigos, fazendo parte do Inquérito Nacional sobre Exposição de Crianças à Violência.

Além disso, foi avaliado o alcance e a extensão da agressão fraternal vivida pelos entrevistados, analisando fatos como agressão física com e sem arma ou lesão. O furto de algo que pertence à criança vítima, com ou sem recurso de força.  Também a quebra de pertences do irmão, palavras que façam a criança se sentir mal ou que não é desejada por perto.

Saúde mental e bullying entre irmãos

Os resultados mostraram que essa agressão fraternal está associada a saúde mental significativamente pior para as crianças e adolescentes. Notou-se aflição evidente tanto nos que experimentaram formas leves como formas mais graves de agressão entre os irmãos.

Além disso, o estudo mostrou que ao comparar as agressões entre irmãos com as por parte de colegas, as agressões entre irmãos parecem gerar maior sofrimento mental nas crianças e nos adolescentes.

Leia Também:  Cruzeiros CVC Promocionais - Pacotes Turísticos

Por isso, os pais e profissionais capacitados devem considerar o bullying entre irmãos como algo prejudicial e que não deve ser aceito. Não se trata de algo sem importância, pelo contrário, essa mensagem deve ser incluída na educação parental.

O bullying entre irmãos pode afetar a saúde mental da criança. (Foto: divulgação)

O que fazer em casos de bullying entre irmãos

Se os pais descobrem que o filho é vítima de bulling, devem procurar ajuda de um profissional para tratar o problema. A criança deve se sentir amada e entender que a culpa não é dela. É necessário fazer de tudo para melhorar a autoestima do pequeno.

O ideal é que os pais conversem todos os dias com seus filhos sobre valores como compaixão, respeito e fraternidade entre irmãos. Dessa forma o risco de bulliyng entre irmãos diminui. Uma boa educação é a melhor forma de combater o problema.

Os pais devem ficar de olhos nos sinais de agressões físicas ou psíquicas que a criança possa sofrer em casa. Quando o pequeno está sendo agredido pelo irmão, quase sempre não existem motivos concretos. O sentimento gerado é angústia, a opressão, o terror e a humilhação. O tratamento para o bullying é essencial para a saúde física e mental da criança.

O bullying deve ser tratado para evitar problemas maiores. (Foto: divulgação)

O bullying é um problema muito comum atualmente e não acomete somente crianças na escola, como também pode ser feito dentro de casa. Os transtornos causados pelo bullying podem afetar a saúde mental da criança envolvida. Por isso, os pais devem ficar atentos para os sinais desse problema entre irmãos e procurar ajuda psicológica.

Top