Café pode reduzir risco de câncer oral pela metade

Cientistas da Sociedade Americana do Câncer acharam uma relação inversa entre o consumo de café e o risco de morte por câncer de boca…

Por Élida Santos em 12/12/2012

Cientistas da Sociedade Americana do Câncer acharam uma relação inversa entre o consumo de café e o risco de morte por câncer de boca e faringe. Segundo dados da pesquisa, quanto mais café uma pessoa bebe, menor o risco de ela morrer em decorrência de alguma dessas doenças. Os especialistas responsáveis pelo levantamento analisaram os dados de quase um milhão de pessoas e concluíram que consumir mais do que quatro xícaras de café por dia, em comparação com não ingerir nenhuma, pode ajudar na redução das chances de óbito por câncer oral pela metade. O artigo foi publicado no jornal American Journal of Epidemiology.

Leia mais sobre: Benefícios do Café para a saúde

O café previne o câncer (Foto: Divulgação)

Metodologia da pesquisa sobre o café

Para firmar os dados do estudo os autores analisaram informações de 968.432 homens e mulheres registradas ao longo de 26 anos pelo II Estudo de Prevenção do Câncer, desenvolvido pela própria Sociedade Americana do Câncer. Nenhum participante da pesquisa sobre os benefícios do café nessas circunstâncias tinha câncer quando a pesquisa começou. A equipe, então, levou em consideração o consumo de café com e sem cafeína e também de chá e cruzou esses dados com o que aponta morte por câncer.

O câncer de pele também pode ser prevenido com o consumo do café (Foto: Divulgação)

Café pode reduzir também os riscos de ter câncer de pele

Além de prevenir o câncer oral o café diminui os riscos para o de pele. Ao longo do estudo, aconteceram 868 óbitos por câncer de boca ou faringe. O estudo observou que cada xícara de café consumida ao dia contribui progressivamente para a redução da probabilidade de mortes pela doença, e que esse benefício independe da vida sexual do paciente, hábitos tabagistas ou abuso de álcool. A pesquisa não identificou, no entanto, quais são os mecanismos que proporcionam esse efeito protetor. Não foi encontrada uma relação significativa com o consumo de café descafeinado e chá.

Saiba mais sobre: Saiba quais os benefícios de tomar o café da manhã

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) brasileiro estima que até o final de 2012 sejam registrados 14.170 casos de câncer de boca no Brasil, sendo a maioria deles (9.990) entre homens. Em 2009, 6.510 brasileiros entraram em óbito em decorrência dessa doença.

Top