Bebês com refluxo: recomendações

O refluxo é um problema muito comum nos primeiros meses de vida, provocando muito desconforto e choro constante no bebê. Tudo isso ocorre porque…

O refluxo é um problema muito comum nos primeiros meses de vida, provocando muito desconforto e choro constante no bebê. Tudo isso ocorre porque o alimento ingerido começa a voltar, uma vez que o sistema digestivo dos pequenos ainda não está completamente formado. Saiba mais sobre o assunto e confira as recomendações para bebês com refluxo.

O refluxo é um problema muito comum em bebês. (Foto: divulgação)

Refluxo em bebês e suas causas

Durante o processo de digestão, os alimentos vão em direção única. Porém, em alguns casos, acontece um desvio de trajeto, o que provoca o desconforto chamado de refluxo. Os bebês que possuem uma alimentação baseada em líquidos, costumam ser os principais acometidos. O leite começa a ir do esôfago para o estômago e do estômago para o esôfago. Entretanto, os alimentos sólidos não voltam com grande facilidade, resultando em uma azia, causada pela acidez estomacal.

A principal causa desse problema é a baixa idade. A criança ainda pequena possui esfíncter imaturo (um tipo de válvula entre o esôfago e o estômago), que não consegue impedir que o alimento faça o percurso inverso. Os movimentos de contração que empurram a comida na direção correta também não são muito eficazes nessa fase.

Coloque o bebê para mamar em um ângulo de 30 graus. (Foto: divulgação)

Veja o que fazer para melhorar o refluxo do bebê em 10 dicas 

Recomendações para bebês com refluxo

1. Procure trocar as fraldas do bebê antes da mamada ou espere até que ele faça digestão. Agitar o pequeno, seja trocando-o, brincando com ele ou passeando após a alimentação, aumenta as chances de o leite voltar do estomago para o esôfago, gerando os incômodos e choro. O ideal é deixa-lo quietinho após se alimentar, e nunca n posição deitada;

Continuar Lendo  Penteados para fazer sozinha: dicas

2. Estômago muito cheio é indicativo de refluxo, já que o esfíncter do pequeno ainda é imaturo. Sendo assim, o mais indicado é fracionar as mamadas e distribuir uma cota ao longo do dia, fazendo várias pequenas alimentações;

3. Na hora de dar mama para o bebê, coloque- em posição mais vertical. Dessa forma impede-se que o leite volte para o esôfago. Deixar a criança totalmente deitada só piora o problema;

4. Deixar o berço inclinado em um ângulo de 30 graus é uma excelente dica. O bebê deve ainda ficar deitado do lado esquerdo. Essa mudança ajuda no deslocamento da bolha gástrica do estômago para próximo do esôfago. Dessa forma, o ar dificulta o refluxo. São medidas muito simples que garantem um sono mais tranquilo.

Espere a digestão do bebê se completar para trocar as fraldas. (Foto: divulgação)

Veja também refluxo na gravidez, o que fazer 

O refluxo em bebês é um problema que acomete grande parte dos pequenos. Ao surgirem os sintomas o médico deverá ser consultado para melhor avaliação e orientação sobre as recomendações corretas com o refluxo. Jamais dê medicamentos para o bebê sem orientação médica.

 

Top