Balão imaginário no estômago: o que é, para que serve

É grande a parcela da população mundial que sofre com o excesso de peso. Diante das inúmeras tentativas frustradas de emagrecimento, muitos acabam ficando…

É grande a parcela da população mundial que sofre com o excesso de peso. Diante das inúmeras tentativas frustradas de emagrecimento, muitos acabam ficando extremamente obesos, com sérias consequências para a saúde e a vida social. Ao necessitarem ou desejarem uma cirurgia, os obesos precisam, antes, perder certa quantia de peso. Muitos recorrem, então, ao procedimento de introdução do balão intragástrico.

O balão intragástrico é alternativa para a perda de peso mais rápida (Foto: Divulgação)

O que é o balão intragástrico

Pessoas com IMC acima de 27 podem recorrer ao balão intragástrico, especialmente se estiverem correndo risco de vida e precisam ser operadas. O balão força a perda de peso, como procedimento pré-operatório, nos casos em que a perda é imprescindível. Também há pessoas que recorrem ao balão no estômago, como forma de diminuir o apetite e se adaptar a uma nova vida.

O balão intragástrico verdadeiro é feito com silicone e é introduzido no estômago, por meio de endoscopia. Em seguida, ele é inflado e preenchido com soro fisiológico, até atingir um tamanho definido. Assim, o espaço no estômago é diminuído, reduzindo sua capacidade de armazenamento de comida. O paciente, então, passa a comer menos.

O balão pode permanecer no estômago por, no máximo, 6 meses. Após esse período, ele deve ser retirado, também por endoscopia. Porém, se não houver um reeducação alimentar severa na vida do paciente, ele voltará a engordar. Portanto, a pessoa também deve se submeter a um tratamento psicológico, enquanto está com o balão pois, como se sabe, quando se tem qualquer compulsão, a mudança de hábitos só é possível com um trabalho psicológico intenso.

A hipnose faz com que o paciente acredite que o balão foi introduzido em seu estômago (Foto: Divulgação)

O balão verdadeiro dura 6 meses, mas o imaginário pode durar a vida toda (Foto: Divulgação)

Muitas sessões de hipnose são feitas com o paciente, antes do trabalho com o balão imaginário no estômago. Durante a sessão, o hipnotizador conduz a pessoa, de forma que ela sinta que o procedimento de introdução do balão está sendo realmente feito. Após isso, o paciente, com o devido acompanhamento, pode passar a comer menos, pois sentirá que seu estômago não suporta mais a mesma quantidade de comida, tal como acontece com o balão verdadeiro.

Leia Também:  Cuidados com o acabamento na hora da reforma

O tratamento pode ser mantido, com sessões frequentes. Há pacientes que desenvolvem capacidade de se auto-hipnotizarem, continuando a tarefa, sozinhos, em casa.

Junto ao acompanhamento psicológico e do médico nutricionista, o paciente poderá mudar seus hábitos de vida, não voltando mais a engordar.

Top