Azia – Como tratar

Muitas pessoas sofrem com uma intensa sensação de queimação no estômago, logo após uma refeição mais pesada ou mesmo depois de um simples lanchinho.…

A sensação de queimação é provocada pelo ácido gástrico do estômago

Muitas pessoas sofrem com uma intensa sensação de queimação no estômago, logo após uma refeição mais pesada ou mesmo depois de um simples lanchinho. Este problema, popularmente conhecido como azia, incomoda bastante, principalmente quando acontece à noite. A azia pode estar ligada a uma série de fatores, principalmente com a má alimentação, o stress e o sedentarismo. Ela surge devido a um processo inflamatório ou irritativo do esôfago, geralmente depois que a pessoa ingere alimentos picantes, condimentados, gordurosos ou ácidos, ou ainda ingere uma grande quantidade de álcool ou refrigerantes.

O desconforto aparece quando o ácido gástrico sai do estômago, indo em direção ao esôfago, deixando uma sensação de ardência e queimação por onde passa. Normalmente, a azia é sentida na região conhecida como “boca do estômago”, mas pode se espalhar, chegando até à garganta. Ela é um dos sintomas do refluxo gastroesofágico, doença que ocorre quando o alimento ingerido faz o caminho contrário ao normal.

Principais causas

Frituras e alimentos muito condimentados podem causar azia

A ingestão de uma série de alimentos pode levar a uma maior probabilidade do aparecimento da azia. Na lista, estão presentes as comidas muito temperadas e gordurosas, chocolate, frutas cítricas consumidas em excesso e frituras, entre outros. Também elevam o risco de surgir a azia o consumo exagerado de álcool e refrigerantes, o fumo e a ingestão de grande quantidade de café. Outra situação em que é muito comum sofrer com a azia é quando você se alimenta e deita logo em seguida, não dando tempo para o estômago se esvaziar e diminuir a produção do ácido gástrico. A azia também costuma aparecer durante a gravidez, devido à retenção de líquido.

Leia Também:  Alimentação para emagrecer e ganhar músculo

Tratamentos

Mudar os hábitos alimentares é o primeiro passo para acabar com a azia

Como a azia está ligada diretamente à alimentação, em mais de 90% dos casos basta uma mudança nos hábitos alimentares para tratar o problema. Uma forma de começar é diminuir o consumo de frituras, alimentos gordurosos e frutas cítricas, e mesclar com alimentos mais saudáveis. Reduzir a ingestão de refrigerantes, principalmente durante a refeição, e praticar exercícios físicos com regularidade (caminhada, academia, etc), também fazem parte do tratamento.

Para quem sofre com a azia durante a noite, uma boa dica é esperar entre uma e duas horas após a refeição para se deitar. Além disso, colocar um calço elevando a cabeceira da cama em cerca de 3 a 5 centímetros, ajuda a evitar o refluxo.

Dependendo do caso e após uma consulta médica, neste caso o especialista é o gastroenterologista, pode ser indicado ao paciente o uso de remédios que reduzem a produção de ácido gástrico.

Automedicação e soluções caseiras

Uma opção muito usada pelas pessoas que sofrem com azia é tomar um anti-ácido  para aliviar o desconforto. Como medida inicial não há maiores riscos, mas se a atitude for tomada com muita frequência pode causar problemas, pois se a azia está incomodando bastante pode ser sinal de doenças mais graves. Neste caso, o melhor é procurar um médico.

Também é recomendado evitar tomar muito bicarbonato de sódio e fazer uso de outras soluções caseiras milagrosas, que prometem curar rapidamente, mas que podem causar outros problemas maiores.

Top