Menu

Bem Estar

Atualizado em 2 de janeiro de 2012, às 17:10 por Redacao
Você está em: MundoDasTribos > Gravidez psicológica canina: o que fazer

A gravidez psicológica é muito comum entre os cães. Saiba como lidar com essa situação se a sua cadela também for vítima do problema.
366005 foto1 Gravidez psicológica canina: o que fazerCães também podem sofrer de gravidez psicológica (Foto:Divulgação)

Os humanos e animais compartilham várias doenças e problemas em comum. Um desses problemas é a gravidez psicológica, que por mais que seja difícil de acreditar também pode acometer os animais, principalmente cães.

A frequência com que as cadelas sofrem de gravidez psicológica é maior do que se pode imaginar. O problema é comum e por isso é importante saber lidar com a situação para ajudar a sua cadela da forma mais adequada.

A gravidez psicológica ou pseudociese, como também é chamada, se dá por alterações hormonais que podem acontecer alguns meses após o período do cio. Nesse período a cadela começa a apresentar alguns sintomas de gravidez, incluindo o crescimento das mamas e produção de leite.

366005 Saiba mais sobre a gesta%C3%A7%C3%A3o canina Gravidez psicológica canina: o que fazerGestação canina (Foto:Divulgação)

Sintomas

Normalmente os sintomas vão além do crescimento das mamas, eles também podem incluir alterações de apetite, falta de vontade de brincar, posse exagerada em relação a objetos ou bichinhos de pelúcia, comportamento agressivo, carência e tendência a preparar o ninho.

Além de identificar os sintomas é importante realmente saber se a cadela é virgem ou se ela andou acasalando com os machos da casa, caso você tenha outros cães. Também é importante consultar o veterinário para ter certeza se o problema é psicológico.

Se você tem uma cadela que sofre deste problema deve estar pensando no que deve fazer diante da situação. Para quem deseja interromper a gravidez psicológica há remédios que podem ser prescritos pelo veterinário.

Mas se você optar por não intervir, saiba que geralmente o problema acaba em algumas semanas, a fêmea irá adotar algum objeto e proteger como se fosse o verdadeiro filhote. Você deve tratá-la muito bem e dar carinho, mas sem retirar o filhote imaginário, pois ela pode ficar ainda mais ansiosa e agressiva.

366005 figura2 Gravidez psicológica canina: o que fazerCães e a gravidez psicológica (Foto:Divulgação)

Complicações

Porém a gravidez psicológica pode causar complicações em algumas cadelas. Neste período é comum haver um aumento no tecido endometrial causado pelos hormônios, isso também pode causar uma infecção uterina com acúmulo de pus que pode levar o animal a morte. Outro risco é o de mamite – inflamação das mamas – que devido a produção exagerada de leite ele pode empedrar, causando tumores mamários.

Como Prevenir

É claro que a gravidez psicológica pode ser prevenida. A castração antes do primeiro cio é a melhor maneira de evitar a formação de tumores mamárias.

A  gravidez psicológica nos animais pode ser simples ou apresentar complicações, por isso, é importante prestar atenção no comportamento das suas fêmeas. Para que elas fiquem livres  destes problemas é importante consultar o veterinário e acompanhar se há ou não acasalamento entre os animais da sua casa.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.