Search

Dieta do Mediterrâneo com azeite contribui com a proteção dos ossos

O azeite de oliva, considerado uma fonte de gordura saudável faz com que a dieta do mediterrâneo aumente a proteção dos ossos.
Google plus

A dieta do mediterrâneo, que foi divulgada pelo médico Ancel Keys em 1945, se baseia no consumo de alimentos característicos de alguns países banhados pelo mar Mediterrâneo, como azeites, peixes, cogumelos, nozes e amêndoas. Por outro lado, a alimentação mediterrânea evita carnes vermelhas, leite e doces. Sabe-se que o cardápio da dieta não auxilia apenas o emagrecimento, mas também contribui com a saúde.

Os alimentos da dieta mediterrânea são característicos dos países banhados pelo Mar Mediterrâneo. (Foto:Divulgação)

Estudos já comprovaram que a dieta mediterrânea proporciona mais longevidade, reduz riscos de síndrome metabólica, Alzheimer e outras doenças. Recentemente constatou-se que o cardápio desta dieta também melhora a proteção dos ossos.

Incluir azeite de oliva na dieta do mediterrâneo protege os ossos

De acordo com uma pesquisa publicada no periódico médico Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, a dieta do mediterrâneo contribui com a proteção dos ossos. Isto acontece graças à alimentação enriquecida com óleos que fazem bem para a saúde, como é o caso do azeite de oliva.

Para chegar à conclusão de que a dieta do mediterrâneo protege a estrutura óssea, os pesquisadores avaliaram 127 homens, com idade entre 55 e 80 anos. Todos estavam participando do levantamento Prevenção com Dieta do Mediterrâneo (Predimed), que durou em média dois anos. De início, os dados coletados foram usados para avaliar os efeitos da dieta do mediterrâneo na prevenção de doenças cardiovasculares.

Veja também: Dieta do Mediterrâneo – Ajuda a prevenir o diabetes e o controle da pressão arterial

A dieta mediterrânea, enriquecida com azeite, aumenta a proteção dos ossos. (Foto:Divulgação)

Os voluntários escolhidos não sofriam com problemas cardiovasculares prévios, mas foram diagnosticados com fatores de riscos para desenvolver doenças do gênero, como diabete tipo 2, hipertensão e histórico familiar.

Para avaliar o poder da dieta na proteção dos ossos, pesquisadores dividiram os participantes em três grupos alimentares distintos: o primeiro realizou a dieta do Mediterrâneo com castanhas mistas, o segundo seguiu o cardápio da dieta do Mediterrâneo com azeite de oliva virgem e o terceiro fez uma dieta menos gordurosa.

Mais osteocalcina com azeite de oliva

Além de orientar os hábitos alimentares, os autores do trabalho também submeteram os voluntários aos exames médicos para avaliar os níveis de osteocalcina, glucose e colesterol total, no início e no final do acompanhamento de dois anos. Constatou-se, então, que o segundo grupo apresentou um aumento significativo nos níveis osteocalcina, uma proteína importante para a formação óssea.

O azeite de oliva contribui com o aumento dos níveis osteocalcina, uma proteína importante para a formação óssea. (Foto:Divulgação)

Os participantes que realizaram a Dieta do Mediterrâneo enriquecida com azeite de oliva não sofreram grandes mudanças nas taxas de cálcio, porém os dois outros grupos alimentares apresentaram menor concentração do nutriente.

Saiba mais: Azeite de oliva – benefícios, como consumir


Google plus


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top