Menu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS, CPF Online

A consulta Bolsa Família pelo nome, NIS, CPF Online pode ser vista por meio do site da Caixa ou vá pessoalmente em uma agência desse banco para mais informações.

Consulta Bolsa Família  pelo nome ou pelo NIS, CPF Online podem ser feitas por meio do site da Caixa, que é o www.caixa.gov.br e você precisa ter em mãos o número dos seus documentos, como por exemplo, o número do seu CPF, além do seu número do NIS. O Bolsa Família é um programa do Governo Federal de transferência de renda que ajuda as pessoas que estão vivendo com valores abaixo dos índices considerados da pobreza. O Bolsa Família deve ser requerido junto a Prefeitura da sua cidade, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social. Quem não faz o recadastramento pode perder o acesso ao Bolsa Família e ter o seu benefício cortado, perdendo assim a chance de ter uma boa mudança de vida.

 

O Bolsa Família mudou a vida de pessoas pelo Brasil (Foto: Divulgação)

Consulta Bolsa Família: saiba como fazer

– Sobre o Programa Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa que tem como objetivo oferecer um auxilio financeiro para eliminar as pessoas do estágio de extrema pobreza em que se encontra. Esse programa que tem como intuito tirara essas famílias do grande risco social que estão já ajudou cerca de 13 milhões de famílias em todo o território nacional.

Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS, CPF Online (Foto: Divulgação)

Para ter acesso ao benefício do Bolsa Família é necessário que os núcleos familiares tenham uma renda mensal de até R$ 140 (per capta). O Cadastro Único para Programas Sociais também é necessário para ter acesso à ajuda financeira fornecida pelo Governo.

Os valores pagos pelo Programa Bolsa Família variam de acordo com a renda mensal, além do número de crianças e adolescentes que pertencem à família. Normalmente o benefício vai de R$32,00 a R$306,00.

Quando a família entra no Bolsa Família, ela é condicionada a cumprir com algumas obrigações, como manter as crianças na escola, prezar pela frequência escolar e vaciná-las.

Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS, CPF Online pode ser feita com facilidade (Foto: Divulgação)

Tipos de Bolsa-Família

As famílias selecionadas recebem quatro tipos de benefício: o Básico, o Variável, o Variável para Jovem e o da Superação da Extrema Pobreza na Primeira Infância.

Básico: Quando se trata do valor básico de benefício pago pelo Bolsa Família sabe-se que é o menor valor disponibiliza do benefício, sendo que esse custo ao governo é de R$ 70,00, independente da quantidade de pessoas que a família é formada.

Variável: É considerado variável quando o beneficiário acaba recebendo no mesmo cartão o benefício maior por que tem na família crianças, gestantes ou adolescentes com até 15 anos que frequentam a escola. Nesse caso o beneficio pode chegar a R$ 160,00.

Variável para Jovem: O benefício dessa modalidade atende sempre os adolescentes com idade entre 16 e 17 anos. Nesse caso, o valor do benefício é de R$ 38,00, mas pode acumulado e deve chega podendo acumular dois, totalizando R$ 76,00.

Extrema Pobreza na Primeira Infância: as pessoas cadastradas e que tem um dia a dia de extrema pobreza recebem alguns benefícios e podem chegar a ter de renda R$ 306,00 mensal.

O Bolsa Família ajuda milhares de pessoas pelo Brasil (Foto: Divulgação)

Famílias que possuem uma renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa que faz parte do grupo familiar ou três salários mínimos no total são selecionadas pelo Cadastro Único (CADÚNICO) para Programas Sociais. Por meio do Cadastro, que já tem 19 milhões de famílias inscritas, é possível verificar as condições socioeconômicas em que elas vivem, com dados como características do domicílio, acesso a serviços públicos e informações sobre os membros do grupo familiar.

As informações que são catalogadas por meio de um sistema que trabalha de modo informatizado e através desse sistema o Governo Federal, os Estados e Municípios podem criar e implantar políticas públicas que possua como principal objetivo a redução problemas sociais que são associados a renda mensal da pessoa, moradia da família, formas de acesso ao trabalho, educação e saúde.

Grupos familiares que tenham renda maior que meio salário mínimo per capita também podem fazer parte do Cadastro Único, mas sua inscrição precisa estar ligada à inclusão em programas sociais do Governo Federal, Estadual ou Municipal. Para chegar até o montante da renda familiar são levados em conta o salário dos integrantes da família e outros valores recebidos de aposentadorias, pensões, seguros-desemprego e Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) – salário mínimo pago mensalmente a idosos com 65 anos ou mais e pessoas com deficiências que as impeçam de trabalhar.

Veja como consultar o Bolsa Família por meio do site do programa (Foto: Divulgação)

Os valores pagos pelo Bolsa Família por meio de programas de transferência de renda, sejam eles federal, estadual ou municipal, não são levados em conta no cálculo da renda familiar. A família, segundo os critérios do Cadastro Único é toda unidade nuclear formada por um ou mais indivíduos que colaboram com a renda da casa, ou são dependentes de membros do grupo, desde que residam na mesma casa. Para mais informações acesse o site (http://www.mds.gov.br).

Para participar do Programa Bolsa Família procure pela secretaria responsável pelas inscrições do seu município. (Foto: Divulgação)

Quem tem direito

Para ter acesso aos benefícios do Bolsa Família, é preciso estar inserido em alguns critérios definidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Os alvos do programa são as famílias que vivem em situação de pobreza ou de extrema pobreza. As famílias consideradas pobres são aquelas que possuem uma renda por pessoa que varia de R$ 70,01 a R$ 140,00 por mês. Neste caso, a família só poderá ingressar no Bolsa Família se tiver, entre os integrantes, gestantes, nutrizes, crianças ou adolescentes de no máximo 17 anos.

O cálculo da renda da família deve ser feito somando os valores que todos os membros da residência ganham por mês. A soma total dos salários deve ser dividida pelo número de pessoas que moram na casa, chegando assim à renda da família por pessoa.

Dependendo da renda familiar, da quantidade e da idade dos filhos, o valor do benefício recebido pode variar de R$ 32,00 a R$ 306,00.

Acesse o site do Bolsa Família e tenha mais informações (Foto: Divulgação)

Como fazer o cadastro no Bolsa-Família?

A inscrição no Bolsa Família é realizada pelas Prefeituras Municipais. Elas também se responsabilizam por manter a base de dados atualizada para que os beneficiários possam ter acesso à assistência financeira do Governo. Consulta Bolsa Família  Pelo Nome, NIS, CPF Online são mais simples do que você imagina.

Se a família se encaixa nas exigências do Bolsa-Família, um membro deve procurar o responsável pelo programa no município. Para realizar o cadastramento, é preciso preencher um formulário e apresentar os documentos de identificação, como o CPF. O procedimento criará o CadÚnico (Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal).

Depois do cadastro no sistema, o benefício não é autorizado imediatamente. A família passa por uma seleção, feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. O principal critério adotado no processo é a renda per capita.

Para não perder o direito de receber o Bolsa-Família, o indivíduo deve se preocupar com a revalidação dos registros cadastrais. Vale lembrar que o pagamento do benefício respeita um calendário gerido pela Caixa Econômica Federal.

Caso a família se encaixe nos requisitos citados acima, primeiramente é necessário se cadastrar no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Para tanto, basta procurar a prefeitura da sua cidade, que será a responsável por cadastrar e transmitir os dados para o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

É importante lembrar que o cadastro no CadÚnico não garante o acesso imediato ao Bolsa Família. É apenas uma etapa do processo, cujo critério principal é a renda familiar por pessoa.

É possível fazer uma consulta do Bolsa Família pelo Nome, NIS, CPF Online (Foto: Divulgação)

Como receber o Bolsa Família

Para receber o Bolsa Família, você deve procurar o setor responsável pelo programa em seu município munido de alguns documentos, como o CPF, necessário para a sua inscrição no Cadastro Único (CadÚnico), do governo federal. Depois do cadastro é preciso aguardar a convocação para saber se você poderá receber o seu benefício.

Veja como fazer uma consulta simples do Bolsa Família por meio dos nomes, NIS e CPF online (foto: Divugação)

Quais documentos levar para se cadastrar no Bolsa Família

Na hora de comparecer à prefeitura para se cadastrar no CadÚnico, você deve levar a carteira de identidade, o CPF e o título de eleitor, que são fundamentais para efetuar a inscrição.

Nos sites da Caixa Econômica Federal e do MDS, estão disponíveis outras informações a respeito do cadastro para o Bolsa Família 2016.

Para tirar suas dúvidas você pode ligar gratuitamente para os telefones 0800-726-0101 (CAIXA) ou 0800-707-2003 (MDS).

O Bolsa Família pode mudar a vida de quem não tem de onde tirar renda (Foto: Divulgação)

Quais são as regras do Bolsa Família

A única maneira de selecionar as famílias para o Bolsa Família é por meio da renda familiar. Por isso, se você quiser participar do bolsa família é necessário se atentar a isso. Depois de selecionada a família precisa seguir as regras abaixo:

• Garantir que crianças de até seis anos, gestantes e nutrizes cumpram a agenda de atenção básica à saúde;

• Manter crianças e adolescentes regularmente matriculados na escola e frequentando as aulas;

• É necessário sempre atualizar os seus dados e o seu cadastro para ter direito a receber o benefício do Bolsa Família.

Abaixo, você pode conferir as regras do Bolsa Família para os diferentes níveis de renda atendidos pelo programa:

• Renda de até R$70,00 por pessoa;

• Renda de até R$70,00 por pessoa para familiar que tenham em sua composição crianças de 0 a 6 anos de idade;

• Renda de R$70,01 a R$140,00 por pessoa para famílias que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças de 0 12 anos e adolescentes de até 15 anos;

• Renda de R$0,00 a R$140,00 por pessoa para família que tenham em sua composição adolescentes de 16 e 17 anos.

O Bolsa Família está investindo em várias pessoa pelo Brasil (Foto: Divulgação)

Datas para inscrição no Bolsa Família 2016

As famílias interessadas em fazer parte do programa e receber os benefícios, devem ficar atentas às datas de inscrição para o Bolsa Família 2016, que variam conforme as prefeituras de cada cidade.

São os órgãos municipais os responsáveis por receber o cadastro das famílias que desejam integrar o Programa Bolsa Família, além de transmitirem os dados para o Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), através do qual é feita a seleção pelo MDS, que leva em conta, principalmente, o aspecto financeiro (a preferência é para as famílias com menor renda).

Portanto, se você está interessado em se inscrever para o Programa Bolsa Família 2016, procure a prefeitura da sua cidade para saber qual é o prazo para o recebimento do cadastro, lembrando que a simples inscrição não significa que você irá receber o benefício, já que é necessário passar pelo processo de seleção.

Consulte o seu Bolsa Família por meio do NIS e CPF (Foto: Divulgação)

Consulta Bolsa Família

Os benefícios recebidos pelo Bolsa Família podem chegar à quantia de R$ 306,00 por mês, dependendo da situação da família, cujos valores são sacados com o cartão Bolsa Família, nas agências da CAIXA, terminais de autoatendimento ou outros postos de atendimento.

Para receber o benefício em dia, você deve consultar o calendário de pagamentos Bolsa Família, que é disponibilizado logo no início de cada ano, no site da CAIXA, lembrando que o pagamento mensal é feito conforme o último número do cartão Bolsa Família.

Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS, CPF Online (Foto: Divulgação)

Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS, CPF Online

Através do portal eletrônico www.caixa.gov.br é possível consultar o valor pago pelo Bolsa Família. Para isso, basta encontrar o campo que leva o nome do benefício, clicar no link consulta do benefício por família, incluir o NIS do responsável e o nome do responsável legal para que os dados sejam disponibilizados. Não existe nenhum campo onde o benefício possa ser verificado somente com o número do CPF ou pelo PIS.

Para quem deseja fazer a consulta do Bolsa Família sem sair de casa através da internet, basta acessar o site Portal de transferência (http://www.portaldatransparencia.gov.br/), e marcar a opção ”por Favorecido”, na janela ”Transferência de Recursos”, após isso selecione o ícone ”Pessoa Física”e clique em ”consultar”.

Faça com muita calma e preste atenção para não errar, depois vai aparecer uma lista com o nome, o CPF ou o NIS de todos os contemplados pelo programa. Em seguida no campo em branco que estará na parte de baixo da tela, coloque o seu nome ou de quem você deseja procurar e aperte o botão ”Ok”. Feito isso, você terá acesso a várias informações sobre o beneficiário, como estado, município, valor do auxílio etc. Aproveite e use esta ferramenta para esclarecer as suas dúvidas.

É possível consultar o Bolsa família pelo nome e CPF (Foto: Divulgação)

Como consultar o Bolsa Família pela internet

Para consultar o Bolsa Família pela internet, o procedimento é muito simples. Basta apenas acessar o site da Caixa Econômica Federal e clicar na aba “serviços sociais”. Em seguida acesse o item “Bolsa Família”, de forma que do lado direito de sua tela, haverá a seção de serviços online para a consulta pública do Bolsa Família.

Consulta por UF (veja na imagem):

Consulte pelo site os benefícios por UF (Foto: Site da Previdência Social)

Consulte pelo site os benefícios por UF (Foto: Site da Previdência Social)

Consulta por cidade (veja na imagem):

Acesse o site da previdência para mais informações (Foto: Divulgação Previdência Social)

Acesse o site da previdência para mais informações (Foto: Divulgação Previdência Social)

 

Consulta por família – individual- (veja na imagem):

Faça a sua consulta por meio do site da Previdência Social (Foto: Site Previdência Social)

Faça a sua consulta por meio do site da Previdência Social (Foto: Site Previdência Social)

Feito, dirija-se ao link consulta de benefício por família e digite o número do NIS junto ao nome do responsável para dar sequência ao procedimento.

Consulta Bolsa Família (Foto: Divulgação)

Portal Bolsa Família

O site do Bolsa Família tem como objetivo ajudar os beneficiários do programa, sendo também um canal de informações que tem a manutenção feita pelo Governo Federal para poder tirar dúvidas, expor relatórios e dar suporte para todos aqueles que recebem a assistência financeira através desse programa de transferência de renda mantido pelo Governo Federal.

Por meio do Portal Bolsa Família é possível ter mais informações sobre o programa, relatórios consolidados e relação de documentos que oficializam a bolsa. Os beneficiários aproveitam a visita à página para fazer consultas online, ter acesso a área restrita e atualizar a situação cadastral no programa social. Acesse Portal Bolsa Família agora mesmo!

Use o Bolsa Família com responsabilidade (Foto Divulgação)

Bolsa Família: pagamento

O auxílio financeiro do Bolsa Família é pago por meio do Cartão Cidadão, mas para receber o dinheiro primeiro a pessoa cadastrada precisa ter uma conta aberta na Caixa Econômica Federal. Dependendo da renda familiar, da quantidade e da idade dos filhos, o valor do benefício recebido pode variar de R$ 32,00 a R$ 306,00. É importante ressaltar que no pagamento também há algumas variáveis que acabam aumentando a quantia do auxílio.

Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS, CPF Online e até pessoalmente (Foto: Divulgação)

Como desbloquear o cartão Bolsa Família

Após se tornar integrante do PBF, o beneficiário recebe em casa, através dos Correios, o cartão do programa. Para desbloquear o cartão do Bolsa Família, ele deverá ir a uma lotérica ou agência da Caixa Econômica Federal.

Antes de procurar uma dessas unidades, o bolsista deve ligar para a Central da Caixa, no numero 0800 726 0207. Ao fazer a ligação, é aconselhável já ter em mãos alguns documentos, como CPF, numero de identidade (RG) e número de NIS ou PIS, que conta no cartão.

Depois de fazer a ligação e validar  os dados através de atendimento telefônico, o beneficiário do Bolsa Família poderá ir a uma casa lotérica ou em alguma das muitas agências da Caixa Econômica Federal para realizar o cadastro de uma senha e realizar assim o desbloqueio do cartão do programa que vai dar a ele o direito de sacar o seu benefício.

Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS, CPF (Foto: Divulgação)

Renovação do cadastro Bolsa Família 2016

Anualmente é necessário que o titular do cadastro do Bolsa Família faça a sua revisão de dados para poder continuar recebendo. É essencial deixar os dados de contato atualizados junto ao Bolsa Família e ainda incluir novos dados no Cadastro Único caso a situação de renda ou composição familiar sofra alterações mesmo se a família não estiver na época de fazer a confirmação dos dados. Quem não faz a atualização do cadastro acaba sofrendo as consequências e pode perder o benefício.

Para atualizar o seu cadastro do Bolsa Família é bem simples: basta procurar a secretaria de serviço social do município e fazer as atualizações.

Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS (Foto: Divulgação)

Documentos necessários para o recadastramento

Para fazer o recadastramento do Bolsa Família 2016, é necessário apresentar os seguintes documentos:

– Carteira de identidade, título de eleitor, CPF e carteira de trabalho de cada membro da família, que tenha idade igual ou superior a 18 anos;

– Certidão de nascimento original, carteira de identidade e declaração escolar atualizada de todos os membros da família com idades entre 7 e 17 anos;

– Certidão de nascimento original e cópia e carteira de vacinação dos dependentes menores de 7 anos; e

– Comprovante de residência.

Consulta Bolsa Família Pelo Nome, NIS, CPF Online e muitas outras informações (Foto: Divulgação)

Senha do cartão Bolsa Família: como mudar?

Senha eletrônica

A mudança da senha do cartão do Bolsa Família só poderá ser feita indo pessoalmente as agências dos Caixa.

Senha de internet

Para mudar a senha do Bolsa Família para acesso a internet é necessário fazer o login e clicar na opção “Alterar Senha”, disponível na página. Depois é só informa senha que usa atualmente e colocar no campo recomendado a senha nova.

Para acessar o sistema de Cadastro Único e obter informações sobre os benefícios sociais, é preciso entrar no site da Caixa.

Consulta Bolsa Família consultando pelo nome (Foto: Divulgação)

Motivos que levam à suspensão do Bolsa Família

Não cumprir com as regras do programa que já mencionamos acima causa a exclusão do Bolsa Família. Em um primeiro momento a pessoa vai receber uma notificação de que descumpriu alguma das regras, depois, em uma segunda falta, a pessoa fica suspensa por 30 dias e não recebe o benefício e na terceira falta que descumpra a regra do programa a pessoa não receberá mais o valor referente ao benefício do Bolsa Família.

Consulta Bolsa Família Pelo Nome do CPF (Foto: Divulgação)

Como recorrer da suspensão do benefício

É possível recorrer a decisão de suspensão do programa, mas para isso a família precisa ir até a Prefeitura local para saber como preencher o termo de justificativa. Essas justificativa será levada a uma análise e somente depois disso que as famílias vão de fato teve a justificativa aceita ou não.

Veja como consultar o seu saldo no Bolsa Família (Foto: Divulgação)

Veja como consultar o seu saldo no Bolsa Família (Foto: Divulgação)

Bolsa família 2016/2017 pode acabar?

Por conta da crise política e econômica do País, existem muitos boatos de que o Bolsa família poderia acabar neste ano. A verdade é que a resposta em si é incerta, já que tem especialistas que acreditam que sim e outros que não. A bem da verdade é que o governo federal continua repassando informações, atualizando cadastros e fazendo novos. Só para você ter uma ideia, 14 milhões de famílias devem receber ou já começaram o benefícios desde fevereiro.

O calendário, segundo o governo federal, está mantido e assim deve ser para os próximos meses. No site oficial do programa, o beneficiado consegue ter acesso as informações de um modo geral e ter acesso as informações da inscrição pessoal. Assim que tiver novidades sobre a situação real dos benefícios, incluindo outros como ProUni, nós postaremos aqui no portal. Aliás, sempre trazemos aqui muitas novidades em primeira mão.

E se você quiser acompanhar seu benefício de perto, veja o  extrato do benefício ou por meio do aplicativo do programa, onde você consegue acessar todos os detalhes da sua inscrição. Quem tiver dúvidas ou algum problema com o bolsa família pode entrar em contato com a central de atendimento do governo pelo 0800 726 0207. E não deixe de acompanhar as novidades no portal da Caixa Econômica Federal.

10 motivos para acreditar que o Bolsa Família pode Mudar sua vida

Proporciona dignidade às famílias

Com o valor que as famílias recebem mensalmente podem comprar alimentos para manter uma alimentação equilibrada diariamente. As famílias tem como se manter sem que depender de esmolas tornando-as mais dignas perante a sociedade.

Participa dos Programas Socioeconômicos

Quem participa do Bolsa Família tem direito a participar dos programas socioeconômicos do governo, como programas de habitação, estudos,

Combate à pobreza extrema

O benefício concedido às famílias permite que elas possam lidar com mais facilidade os gastos com comida, água e luz. Dessa forma, aos poucos elas podem ir melhorando a sua condição social e sendo incluídas de forma mais abrangente na sociedade.

Promove a acessibilidade a serviços públicos

Participar do programa Fome Zero e receber o benefício do Bolsa Família possibilita que as famílias recebem o apoio da assistência social, possam usufruir da educação pública e também dos órgãos de saúde com mais facilidade. Isso promove a inclusão dessas famílias na sociedade, contribuindo para que estas saiam da miséria.

A fome nas casas é extinta

O valor que as famílias recebem contribui para por comida na mesa. Dessa forma, a fome irá diminuir cada vez mais nos lares, contribuindo para o bom funcionamento do corpo e do cérebro, e para uma melhora na saúde das crianças.

Você e sua família terão maior segurança nutricional

Uma família bem alimentada é uma família saudável. Ao combater a fome, você estará dando aos seus filhos a oportunidade de se alimentarem com nutrientes e vitaminas essenciais para o corpo e a saúde. Dessa forma, todos os membros da sua casa se beneficiarão com as refeições e estarão mais nutridos.

É mais uma ajuda no início do mês

Uma ajuda sempre é bem-vinda, principalmente nos casos que há muitas pessoas desempregadas na família. A ajuda do Bolsa Família é muito útil, pois assim você poderá arcar com as contas da residência e comprar alimentos. O melhor ainda é que o valor passado às famílias é reajustado todos os anos e os valores aumentam de acordo com a inflação e o PIB.

Vale Gás

O Bolsa família dá direito ao vale gás para que as famílias tenham como cozinhar os seus alimentos.

Menor evasão escolar

Para ter direito ao Bolsa Família às crianças devem estar frequentes 100% na escola e isso traz inúmeros benefícios para elas e garantem seu futuro. Com mais crianças indo para a escola o número de analfabetos também diminui o que eleva o nível do país e a probabilidade de conseguir um bom emprego no futuro aumentam muito.

Casa para morar

Com a inclusão no programa Bolsa Família às famílias que não tem onde morar recebem moradia do governo, são casas mais baratas, mas que oferecem condições dignas para que as famílias possam morar dignamente e sair da extrema pobreza e de áreas de risco.

Bolsa Família

O Bolsa Família atua no Brasil com o objetivo de diminuir o número de famílias em situações precárias, dando a elas uma melhor condição de vida. O Bolsa Família é um benefício incluso no programa Fome Zero. O programa e os benefícios oferecidos estão na luta a anos para diminuir a miséria que existe no país. O programa é muito importante para o desenvolvimento urbano e para combater a pobreza; as famílias recebem o benefício no valor adequado para a quantidade de membros. O Bolsa Família vem mudando a vida de milhares de famílias brasileiras e ainda vai mudar a vida de muitas, pois esse é o objetivo do programa. Os benefícios são inúmeros como você pode ver acima.

Veja alguns vídeos que podem te ajudar no Bolsa Família:

 


RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL