sexta-feira, 9 de dezembro de 2022 - 09/12/2022 17:23:39
MundodasTribos

Ao beneficiário do Bolsa Família que estão em dúvida se precisarão atualizar seus dados em algum momento ou onde será possível fazê-lo, saiba que o CadÚnico atualizado será exigido para o recebimento do benefício.

Quem não possuir cadastro no CadÚnico deverá realizá-lo para poder ser elegível a receber o Auxílio Brasil. A medida provisória 1.061/2021, tornou obrigatória o cadastramento das pessoas que deverão participar do programa.

O que este artigo aborda:

Como manter o CadÚnico atualizado?

A atualização será feita no CRAS e em postos que realizam o atendimento do CadÚnico e vale lembrar que caso a pessoa se mude ou faça qualquer tipo de alteração de telefone, estado civil, renda mensal, nascimento ou falecimento existirá a necessidade de atualizar o cadastro urgentemente.

Caso ocorra algum possível esquecimento por parte do titular, haverá a exclusão do registro feito no CadÚnico após quatro anos. Todas as informações são analisadas, revisadas e os que tiverem dados desatualizados serão convocados para deixar o cadastro o mais atualizado possível.

Aos que não possuem cadastro no CadÚnico podem e devem realizá-lo o mais rápido possível. Será elegível aqueles que possuírem renda de meio salário mínimo até três, e vale ressaltar que todas as informações ficarão responsáveis pelo titular.

Para poder se cadastrar a pessoa poderá ter 16 anos, possuir CPF, título de eleitor e de preferência ser uma mulher.

Determinadas localidades atendem apenas através de um agendamento. Os documentos a serem levados são: RG/CPF, certidão de nascimento, certidão de casamento, carteira de trabalho e/ou título de eleitor, de cada pessoa da família.

CadÚnico atualizado será exigido para recebimento do Auxílio Brasil

Fonte/Reprodução: Portal Meu Cadúnico

Quem pode receber o Auxílio Brasil?

O programa social será destinado às famílias de extrema pobreza com renda de R$ 89,00 até R$ 178,00, e tenham grávidas, lactantes, crianças ou adolescentes de até 21 anos.

Haverá reajuste de 50% neste benefício que deve entrar em vigor no mês de novembro, com o término do Auxílio Emergencial. O valor atual do Bolsa Família é de R$ 192,00 e subirá para R$ 285.

Diferente do Bolsa Família que visa apenas pagar os beneficiários, o Auxílio Brasil funcionará de uma maneira mais interessante. Essas novidades lembram raízes porque cada benefício dentro do novo Auxílio, mesmo que possuam suas diferenças,  estarão integradas e não separadas.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Felipo Bellini

Empresário, Tradutor e professor formado em Letras Inglês. Atualmente gerencio a empresa Tutora.me - Uma rede social de educação que visa a interação entre professores e alunos - e a empresa Traduza.biz - especializada em tradução acadêmica.

1

Pode ser do seu interesse

Auxílio Brasil terá reajuste que define o valor do piso para entrar no programa

Auxílio Brasil terá reajuste que define o valor do piso para entrar no programa

Cartão Bolsa Alimentação DF | Lista de Alimentos Sugeridos

Cartão Bolsa Alimentação DF | Lista de Alimentos Sugeridos

Veja quem recebe o Auxílio Emergencial nesta terça-feira

Veja quem recebe o Auxílio Emergencial nesta terça-feira

Cadastro Bolsa Família | Como Participar do Bolsa Família

Cadastro Bolsa Família | Como Participar do Bolsa Família

Veja quem receberá o Auxílio Emergencial nesta quarta-feira

Veja quem receberá o Auxílio Emergencial nesta quarta-feira

Depósito da 5ª parcela do Auxílio Emergencial começa nesta quarta

Depósito da 5ª parcela do Auxílio Emergencial começa nesta quarta