Menu

Saúde

Atualizado em 15 de julho de 2012, às 4:10
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Alimentos que atuam contra ressaca

Agora chegou a pior parte: curar a bendita ressaca. Para isso é necessário agendar uma desintoxicação. Confira a seguir alguns alimentos que atuam contra a ressaca.
485491 ressaca 620 20110223 Alimentos que atuam contra ressacaPara curar a ressaca é necessário agendar uma desintoxicação. (Foto:Divulgação)

Agora chegou a pior parte: curar a bendita ressaca. Para isso é necessário agendar uma desintoxicação. Durante a bebedeira, o aparelho digestivo teve de trabalhar dobrado. O estômago necessitou produzir suco gástrico; o fígado mais bile, além de ter que combater as toxinas contidas no álcool. O intestino precisou fabricar mais suco entérico e também ficou com a circulação mais lenta. Para reverter essa situação, confira a seguir alguns importantes alimentos que atuam contra a ressaca.

Confira: Planta medicinal anti-ressaca

Leite: o alimento é riquíssimo em cálcio, que tranquiliza aquela irritação no estômago característica do dia seguinte à embriaguez. O alimento ainda é fonte de cisteína, um componente que rompe o acetaldeído, substância tóxica do álcool fabricada no fígado conforme seu organismo tenta processar a bebida.

485491 leite triama tratores Alimentos que atuam contra ressacaO leite é rico em cálcio, que tranquiliza aquela irritação no estômago característica do dia seguinte à embriaguez.(Foto:Divulgação)

Atum: as enzimas presentes nesse alimento vão acabar com aquela dor de cabeça terrível – e que agrava quanto mais tempo a toxina ficar no seu sangue. Um filé pequeno do peixe já produz efeitos, e é uma ótima opção para o almoço pós balada.

Leia mais: 7 dicas para acabar com a ressaca

Pimenta caiena: É conhecida pela capacidade de ativar os núcleos de prazer do cérebro e excretar endorfinas. “Essas substâncias aumentam sua resistência à dor e aliviam a enxaqueca no dia seguinte”, diz Bruna Murta, nutricionista da rede de produtos naturais Mundo Verde.

485491 pimenta Alimentos que atuam contra ressacaA pimenta é conhecida pela capacidade de ativar os núcleos de prazer do cérebro e excretar endorfinas.(Foto:Divulgação)

Alecrim: A erva melhora a circulação sanguínea no cérebro, de modo que atenua a dor de cabeça. “Também é eficiente contra o estresse oxidativo – portanto útil para compensar os radicais livres produzidos pela bebida”, afirma Maria Luisa Belloto.

Veja também: Ressaca: Conheça os mitos e verdades sobre sua recuperação

Canela: O álcool compromete o nível de glicose no sangue – por isso você fica tão cansado. Um estudo publicado no The American Journal of Clinical Nutrition revelou que a canela modula os picos de açúcar ligados ao consumo de álcool. E ainda contribui para atenuar as taxas de colesterol – presença certa nos quitutes que acompanham sua bebida.

485491 canela entera Alimentos que atuam contra ressacaAlém de reduzir os níveis de colesterol, a canela modula os picos de açúcar ligados ao consumo de álcool.(Foto:Divulgação)

Chocolate:  O álcool atua diretamente no fígado, responsável pelo acúmulo e pela liberação de açúcar para o organismo. Com a ingestão exagerada, ocorre a hipoglicemia (queda de glicose no sangue). Consumir alimentos com alta concentração de açúcar, como o chocolate, ajuda a reverter o quadro e acelera a queima de álcool, simplificando a recuperação.

Repolho: O ácido fólico, contido no vegetal é importante para fabricar energia para o corpo. Ele ainda tem participação fundamental na produção das células vermelhas necessárias para reverter os detrimentos causados pelo álcool.

485491 mel beleza 1 Alimentos que atuam contra ressacaO mel é o melhor para acabar com o cansaço.(Foto:Divulgação)

Mel: É o melhor para acabar com o cansaço. Fornece o sódio, o potássio e a frutose de que seu organismo necessita depois de uma bebedeira. Uma torrada integral com mel pela manhã, certamente, levantará seu esqueleto e fará você ficar pronto para outra.

 

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.