Bem Estar

Alergias na pele, como tratar

A alergia cutânea tende a ser um problema bem menos grave que outros tipos de alergia, entretanto, isso não a torna mais simples de ser tratada ou com menor importância. Apesar de não haver risco de vida na maioria dos casos, o mal-estar intenso ocasionado pelo prurido incessante e o comprometimento estético do paciente, podem ser tão frustrantes e debilitantes como qualquer outra forma de alergia. Confira dica de como tratar as alergias na pele.

Conheça as doenças de pele mais comuns.

Loções tópicas a base de corticoide geralmente resolvem o problema. (Foto: divulgação)

Como as alergias se manifestam

De maneira geral, o termo usado para se referir à uma alergia de pele é dermatite atópica. A palavra “dermatite” significa inflamação cutânea, enquanto que “atópica” significa que não possui um local definido para ocorrer, podendo se manifestar em qualquer região do corpo. O termo, por si só, explica a ocorrência do tipo mais comum de alergia de pele, que se dá mediante a ingestão ou inalação de substância contendo alérgeno.

É bastante comum as pessoas acreditarem que a alergia é causada por algo que encostou na pele, mas nem sempre isso é verdade. Existe um tipo de dermatite, chamada de dermatite alérgica de contato, em que o organismo apresenta uma reação imunológica sistêmica contra um alérgeno presente em determinada substância que entrou em contato direto com a pele. Entretanto, esse tipo de alergia não é o mais frequente.

Saiba mais sobre a alergia a produtos de limpeza.

A dermatite atópica, que é bem mais comum, costuma ser uma manifestação externa mediante o contato de um fator alergênico interno, que pode ter sido inalado ou ingerido na alimentação.

O eczema é a lesão que surge nas alergias cutâneas. (Foto: divulgação)

Tratamento para as alergias de pele

O tratamento definitivo para as alergias consiste em evitar o contato ou ingestão da substância responsável por desencadear o quadro clínico. Como nem sempre isso é possível, existem algumas medidas que ajudam a abreviar o tempo de duração dos sintomas e diminuir o incômodo causado. Confira:

  • A lesão cutânea, chamada de eczema, pode ser tratada com corticoide tópico não fluorado, que ajuda a frear a resposta imunológica e manter a situação sob controle. É indispensável que esse tipo de medicamente seja prescrito por um médico, pois o produto inadequado poderia trazer várias complicações;
  • A administração de corticoides sistêmicos fica reservada para os casos graves que não respondem à terapia tópica;
  • Evite passar outros cremes e loções sobre o local, que não os receitados pelo médico, pois pode haver maior irritação local e piorar a situação;
  • Prefira roupas largas e de tecidos leves, que mantenham a pele arejada e permita boa evaporação do suor, mantendo a região sempre bem sequinha;
  • Assim como as mudanças repentinas de temperatura, o suor pode agravar o eczema. Por isso tomar banhos regulares pode ajudar a melhorar a situação;
  • Evite coçar a pele, pois a laceração cutânea favorece a infecção de microrganismos patogênicos. Se a vontade de coçar for insuportável, coce se utilizando da palma da mão;
  • Diminua o estresse, que é o principal responsável pelo surgimento de problemas cutâneos.
Se coçar pode piorar a situação e propiciar o aparecimento de infecção. (Foto: divulgação)

Conheça os tipos de alergia e saiba como amenizar as crises.

Para se sair bem e diminuir o tempo de duração dos sintomas, basta seguir as dicas, se lembrando de que uma consulta médica é indispensável, pois ele é o único profissional habilitado para dar o diagnóstico de dermatite, excluindo outras doenças com manifestações cutâneas, e ainda oferecer o tratamento correto.

Recomendado para você
Bem Estar

Novas regras para cirurgia bariátrica no SUS

Bem Estar

Saiba como denunciar um caso de bullying

Bem Estar

Decolar Passagens Aéreas Promocionais 2017

Bem Estar

Programa Celso Portiolli Construindo Um Sonho

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *