Bolhas nos pés: como evitar, dicas

Quem anda ou corre bastante conhece bem esse problema: bolhas nos pés. Elas aparecem por causa de uma irritação contínua na superfície interna da…

Por Editorial MDT em 23/02/2012

Longas caminhadas e calçados inadequados são as principais causas das bolhas nos pés (Foto: Divulgação)

Quem anda ou corre bastante conhece bem esse problema: bolhas nos pés. Elas aparecem por causa de uma irritação contínua na superfície interna da pele, conhecida como derme. Como esse local é cheio de vasos capilares e terminações nervosas, o líquido rico em proteínas que fica preso entre a derme e a epiderme, camada mais externa da pele, causa muitas dores. O que irrita a derme geralmente é o atrito constante entre os pés e os calçados ou entre os dedos. Para não sofrer desse mal, saiba como se prevenir contra as bolhas nos pés com algumas dicas essenciais.

Em primeiro lugar, compre calçados confortáveis. Se praticar algum esporte como corrida ou caminhada, prefira tênis ou botas anatômicas e que tenham o formato ideal para os seus pés. Se não for possível, compre palmilhas de gel, que se ajustam facilmente aos pés, amortecendo os impactos sofridos por eles. Essa dica também vale para pessoas que costumam caminhar bastante para ir ao trabalho ou para realizá-lo. Sapatos confortáveis são os maiores segredos para evitar as bolhas nos pés.

Escolha sapatos confortáveis para evitar bolhas nos pés (Foto: Divulgação)

Jamais caminhe com os pés molhados por muito tempo, pois eles entrarão em maior contato com os calçados, aumentando os riscos de bolhas. Portanto, se molhar os pés quando estiver caminhando, retire os sapatos e troque-os por chinelos.

As meias devem ser do tamanho exatos dos seus pés para que as dobras não fiquem fora do lugar, causando desconforto nos calcanhares. Se preferir, pode até comprar meias com um tamanho menor que os seus pés para ficarem bem justas. Se estiver carregando uma bolsa ou uma mochila, tente deixá-las bem centralizadas nas costas para não pesar mais um pé que o outro, causando bolhas desnecessárias nos pés.

No entanto, se mesmo tomando todos os cuidados necessários, bolhas começaram a ‘brotar’ nos seus pés, não há remédio senão tratá-las. Se forem pequenas ou profundas, cole um Compeed, um adesivo com superfície espessa que absorve o impacto no local. Com ele, a sua dor é aliviada.

Porém, se as bolhas forem médias ou grandes, superficiais e com dor, não há outro jeito senão drená-las, pois a presença de bolhas dolorosas faz surgir outras por causa da defesa do nosso organismo. Para tanto, lave bem o pé com água e sabão e coloque álcool iodado sobre a bolha. Do mesmo modo, esterilize as suas mãos. Então, com uma agulha esterilizada, fure a bolha para retirar o líquido. Como a pele que a envolve é morta, você poderá cortá-la com uma tesoura limpa sem problemas.

Após drenar as bolhas, enrole-as com esparadrapo a fim de que o local não tenha contato com calçados ou alguma sujeira que possa invadi-los. Lave o local constantemente com álcool para mantê-lo longe de infecções.

Após furar as bolhas, limpe o local com álcool constantemente (Foto: Divulgação)

As bolhas nos pés são resultados de longas caminhadas, mas podem ser facilmente prevenidas com o uso de calçados adequados e com uma postura correta. Portanto, na sua próxima caminhada, não deixe de seguir as nossas dicas para evitá-las.

Top