Xuxa é condenada por plágio

A apresentadora Xuxa foi condenada por plágio de personagens, por isso terá que pagar uma multa de R$ 50 mil. A ação na Justiça…

A apresentadora Xuxa foi condenada por plágio de personagens, por isso terá que pagar uma multa de R$ 50 mil. A ação na Justiça foi movida por Leonardo Soltz, criador da ‘Turma do Cabralzinho’. Ele afirma que a rainha dos baixinhos roubou algumas de suas ideias para desenvolver à ‘Turma da Xuxinha’.

A indenização cobrada pelo plágio é de 50 mil reais. (Foto:Divulgação)

O processo foi movido, na verdade, contra a companhia Xuxa Produções, responsável pelo lançamento dos personagens no mercado infantil. Na época em que foi lançada, a ‘Turma do Cabralzinho’ teve como objetivo ensinar as crianças sobre o período pré-colonial do Brasil e incentivar brincadeiras relacionadas ao assunto.

Além de cobrar à indenização de 50 mil reais, a juíza responsável pelo caso também determinou que Xuxa arcará com 70% das despesas do processo judicial.

Saiba mais: Altos e Baixos na Carreira de Xuxa

A condenação por plágio

De acordo com a juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro, da 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o projeto da Turma da Xuxinha foi roubado, afinal, a ré teve plena ciência de que estava se apoderando dos personagens ilegalmente. Ela afirmou ainda que a produtora não se apossou apenas da ideia, mas sim da própria criação.

Xuxa é acusada de plagiar a ‘Turma do Cabralzinho’. (Foto:Divulgação)

Leonardo Soltz alegou que a sua ideia foi copiada em 2000, na ocasião em que a companhia criou personagens inspirados no aniversário de 500 anos do Descobrimento do Brasil.

O publicitário responsável por mover o processo explicou que ofereceu a ‘Turma do Cabralzinho’ para a companhia da rainha dos baixinhos, mas o seu trabalho foi recusado. Depois de um tempo, os personagens foram incorporados indevidamente à Turma da Xuxinha.

Leia Também:  Katy Perry reata namoro com Rob Ackroyd

A Turma da Xuxinha, na versão do Descobrimento do Brasil, foi usada em vários produtos licenciados, como itens de higiene e jogos virtuais.

O pedido de recurso

O advogado de defesa de Xuxa, Maurício Lopes de Oliveira, vai entrar com pedido de recurso. Segundo ele, a base da ação será uma perícia requisitada pela justiça, que confirma não ter acontecido à violação dos direitos autorais.

Maurício Lopes ainda sustenta a ideia de que os personagens aparecem apenas vestidos como figuras históricas relacionadas ao descobrimento do Brasil. Este tipo de aposta foi explorado, inclusive, por outras produtoras de conteúdo infantil, há 12 anos.

Xuxa com os seus dois principais personagens, Xuxinha e Guto. (Foto:Divulgação)

Sobre a Turma da Xuxinha

A turma criada pela Xuxa Produções é composta por Xuxinha, Guto, Txutxucão, Teddy, o Polvo, Bila Bilú, Três Ratinhos, Coelho Fufu, Seu Sid e Dona Rô, entre outros. Os personagens também serviram de inspiração para o trabalho ‘Xuxa só para baixinhos’, uma série audiovisual de DVDs e CDs, que foi lançada pela Som Livre e, depois, Sony Music.

Veja também: Xuxa Morena – Fotos

Top