WhatsApp durante o trabalho pode gerar demissão

Sabia que WhatsApp durante o trabalho pode gerar demissão? O popular aplicativo de mensagens, utilizado por praticamente todos os proprietários de smartphones, é bastante prático,…

Sabia que WhatsApp durante o trabalho pode gerar demissão? O popular aplicativo de mensagens, utilizado por praticamente todos os proprietários de smartphones, é bastante prático, mas o seu uso durante o expediente pode trazer uma série de problemas.

WhatsApp durante o trabalho pode gerar demissão (Foto Ilustrativa)

O WhatsApp é, atualmente, uma das ferramentas mais procuradas na hora de se comunicar, pois permite um contato rápido e instantâneo, bastando utilizar um smartphone conectado à internet.

Tal facilidade faz com que muitas pessoas fiquem o dia inteiro trocando mensagens e outros conteúdos, inclusive durante o horário de trabalho, atitude que não é bem recebida pelos patrões, já que o uso exagerado do WhatsApp reduz a produtividade e a concentração.

Atitudes tomadas no Facebook que podem atrapalhar a sua carreira

WhatsApp durante o trabalho pode gerar demissão

Muitas pessoas não conseguem ficar longe do WhatsApp nem na hora de trabalhar (Foto Ilustrativa)

Os problemas causados pelo uso do WhatsApp no trabalho têm crescido tanto que, em muitas empresas, já é proibido utilizar o aplicativo durante o expediente, assim como também há a proibição de acessar as redes sociais.

Nas empresas que proíbem o uso do WhatsApp, essa regra deve ficar bem clara para todos os funcionários. Caso um deles insista na utilização do app de mensagens, pode haver uma punição mais branda, para advertí-lo de que a sua conduta está inadequada.

Esse vício no WhatsApp pode levar alguns trabalhadores a perder o emprego (Foto Ilustrativa)

Mas se o trabalhador continuar a não seguir a regra, usando o aplicativo durante o expediente, apesar de já ter sido advertido várias vezes e/ou suspenso, a empresa pode demití-lo por justa causa, uma vez que o seu comportamento não é compatível com o local.

Leia Também:  O que Pode Constar como Demissão por Justa Causa, Dicas

WhatsApp lança novos recursos contra amigos chatos

A demissão por justa causa devido ao uso do WhatsApp também pode acontecer em situações como a divulgação de dados sigilosos da empresa ou a exposição vexatória de um colega de trabalho por meio do app, por exemplo, casos que independem de o funcionário em questão já ter sido advertido ou suspenso.

WhatsApp também pode trazer problemas para o empregador

O uso indevido do WhatsApp no trabalho também pode resultar em problemas para os patrões (Foto Ilustrativa)

O empregador também pode ser punido por causa do uso indevido do WhatsApp, como no caso de envio de mensagens após o expediente, solicitando serviços, situação que configura hora extra e pode ser motivo de ação trabalhista.

Waze ajuda motoristas a evitar multas por rodízio

Outras situações que podem resultar em processos judiciais contra empregadores são os casos de assédio moral, que muitas vezes acontecem nos grupos do WhatsApp, formados entre funcionários de uma empresa.

Convidamos você a continuar a navegar no Mundo das Tribos e ler outras publicações.

Top