Urticária: o que é, como tratar

A urticária é um tipo de reação alérgica que se manifesta na pele. Ela é considerada muito comum, podendo causar lesões que são acompanhadas…

As urticárias podem ser causadas por vários fatores.

A urticária é um tipo de reação alérgica que se manifesta na pele. Ela é considerada muito comum, podendo causar lesões que são acompanhadas de ardência, coceira intensa é até inchaço. Saiba mais sobre a urticária e suas formas de tratamento.

O que é Urticária

É um tipo de reação alérgica que ocorre na pele. Sua incidência atinge mais de 20% das pessoas em alguma fase da vida. Surgem vergões vermelhos e altos, que podem mudar de forma e tamanho muito rápido. As lesões são, na maioria dos casos, localizadas.

Existem dois tipos de urticária, a generalizada e aquela apenas localizada. A primeira diz respeito aos sinais e sintomas presentes em todo o corpo. Esse tipo é mais perigoso pois pode mais facilmente atingir outros sistemas como o respiratório, causando risco de morte.

Já a do tipo localizado está mais relacionado ao que causou o problema. Por exemplo, quando encostamos a perna em alguma planta que causa alergia, assim, apenas aquele local onde houve contato é que apresentará os sinais e sintomas da urticária.

As urticárias podem, ainda, ser classificadas em relação ao tempo de apresentação da doença:

  • Agudas: aquelas com menos de 30 dias de manifestação;
  • Crônicas: com mais de 4 a 6 semanas de duração.

Veja também os sintomas e tratamentos para lúpus

Principais causas da urticária

A urticária pode se causada por:

  • Alguns alimentos;
  • Picadas de insetos;
  • Pólen de plantas;
  • Inseticidas;
  • Poeira;
  • Remédios;
  • Infecções;
  • Doenças sistêmicas (como disfunção da tireóide);
  • Verminose;
  • Inalantes;
  • Frio, calor, pressão e luz;
  • Problemas emocionais.

As urticárias são manchas avermelhadas acompanhadas por coceira intensa na pele.

Sinais e sintomas

  • Aparecimento repentino de manchas avermelhadas e elevadas na pele;
  • Formato irregular das manchas;
  • Aparecem isoladas ou em grupos;
  • O centro da mancha tende a ser mais claro;
  • Geralmente a coceira é intensa. Porém, pode estar ausente em alguns casos;
  • Podem apresentar ardências e dor do tipo ferroada.
Continuar Lendo  Banheiro pequeno, como organizar

Como tratar a urticária

1.  O tratamento consiste em combater os sintomas iniciais provocados pela histamina, por isso os medicamentos anti-histamínicos são mais indicados. Esses remédios só devem ser utilizados com prescrição médica.

2. Os produtos como loções e pomadas com canfora e mentol ajudam no alívio das coceiras.

3. Nos casos de inchaços, o tratamento medicamentoso deve ser iniciado o mais rápido possível. O uso de outros medicamentos pode ser necessário nesse caso, para evitar problemas respiratórios sérios.

4.  Para o tratamento das urticárias crônicas, além da medicação, é importante descobrir a causa da alergia. Porém, nem sempre é possível saber o fator desencadeante do problema.

5. É importante ficar atento para os fatores emocionais, pois podem desencadear o problema e até prolongá-lo.

6. O médico dermatologista é o profissional mais indicado para o tratamento das urticárias. Portanto, ao surgirem os sinais e sintomas, procure o médico o mais rápido possível.

Conheça as doenças de pele mais comuns

Na presença dos sinais e sintomas, procure um médico.

A melhor maneira de prevenir as urticárias é descobrir o que está causando o problema e assim evitá-lo. O tratamento é muito importante, pois, quando não tratada, a alergia pode levar a problemas como edema de laringe, causando dificuldade respiratória intensa. O mais indicado é que logo no início do aparecimento dos sinais e sintoma o médico seja consultado.

Top