Nova revisão do teto de aposentadoria 2015

Nova revisão do teto de aposentadoria 2015

Nova revisão do teto de Aposentadoria 2015. Esse é um assunto que certamente interessa a muitas pessoas, em todo o Brasil, que desejam reajustar…

Por Andre em 19/04/2015

Nova revisão do teto de Aposentadoria 2015. Esse é um assunto que certamente interessa a muitas pessoas, em todo o Brasil, que desejam reajustar os valores dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Nova revisão do teto de aposentadoria 2015 (Foto Ilustrativa)

Frequentemente, alguns aposentados contestam, na Justiça, os cálculos de concessão ou as regras aplicadas para a definição dos valores dos benefícios recebidos por eles. E quando esse direito é reconhecido, outros segurados que também procurarem a Justiça, em casos semelhantes, podem ter boas chances de ganharem a causa.

Há também casos em que as revisões são reconhecidas pelo próprio INSS, sem a necessidade de o segurado acionar a Justiça, nos quais os acertos são feitos diretamente nas agências de atendimento da Previdência Social.

Novas regras para obter o auxílio-reclusão em 2015

Nova revisão do teto de Aposentadoria 2015

A revisão pede que sejam incluídas contribuições antigas do INSS (Foto Ilustrativa)

Recentemente, um novo pedido de revisão da aposentadoria começou a ser reconhecido na Turma Recursal dos Juizados Especiais Federais do Paraná, e pode beneficiar a muitas outras pessoas que estejam na mesma situação. O caso se refere às pessoas que tiveram contribuições altas antes de julho de 1994 (lançamento do Plano Real).

Os segurados que já contribuíam antes desse período acabaram sendo prejudicados pela regra atual para o cálculo do teto da aposentadoria, que leva em conta apenas os salários pagos em reais a partir de julho de 1994 (a média é feita com 80% dos maiores salários, desde o período citado).

Com o início do reconhecimento da Justiça para esses pedidos de revisão, os aposentados que se encontram nessa situação poderão solicitar uma nova fórmula para calcular os valores recebidos do INSS, tendo a possibilidade de resultar em aumento do salário.

A nova revisão determina que o INSS utilize, no cálculo da média salarial, todas as contribuições do segurado, incluindo as que foram pagas em outras moedas, que estavam em vigor antes do lançamento do Real.

Outros segurados que poderão ser beneficiados com a nova revisão

Entre os maiores beneficiados estão as pessoas que contribuíam com o INSS antes do lançamento do Plano Real (Foto Ilustrativa)

Além das pessoas que já contribuíam com o INSS antes do lançamento do Plano Real, a nova revisão do teto da aposentadoria 2015 também poderá beneficiar a diversos outros tipos de segurados.

Entre eles, estão os trabalhadores que pararam de pagar o INSS e têm apenas contribuições antigas, pagas em outras moedas, e os trabalhadores que ganhavam bem, mas foram demitidos, e só arrumaram empregos com remunerações menores.

Tabela INSS 2015 calendário de pagamentos

Além desses, as pessoas que perderam o emprego com salário alto e se tornaram autônomos, passando a contribuir com valores menores do que os pagos quando tinham carteira assinada, e as mulheres que deixaram o trabalho para cuidar dos filhos, passando a fazer contribuições facultativas e de baixo valor, também poderão ser beneficiados, tendo a aposentadoria reajustada.

Quanto o valor da aposentadoria pode aumentar

O reajuste no salário depende da quantidade de contribuições e do valor delas (Foto Ilustrativa)

Alguns aposentados que pediram essa revisão conseguiram aumentar consideravelmente o valor do benefício que recebem mensalmente. Há casos em que o salário chega até a dobrar, mas isso depende de alguns fatores.

O cálculo da aposentadoria leva em conta a média das contribuições ao INSS, portanto, quanto maior a quantidade e o volume, maior será o benefício. Ou seja, quem tem muitas contribuições antes de julho de 1994, pode dar uma boa turbinada no salário, caso consiga a aprovação da revisão na Justiça.

Onde e como pedir a revisão

Para pedir essa revisão, os interessados devem procurar a Justiça (Foto Ilustrativa)

Como essa nova regra para o cálculo do salário dos aposentados está sendo reconhecida através da Justiça, os segurados que estão nas situações descritas anteriormente e que quiserem pedir a revisão, devem procurar um advogado de confiança e que tenha conhecimento sobre essa causa, para entrar com ação no Juizado Especial Federal.

Consulta de andamento do Processo INSS

Você pode até pedir a revisão das contribuições diretamente no posto de atendimento do INSS, mas como o órgão ainda não está reconhecendo esse cálculo específico (somente nos casos em que a Justiça o obriga), é provável que o servidor nem registre o pedido para levar em conta, no cálculo do salário, as contribuições de todo o período.

Top