Traficante Polegar é preso no Paraguai

Foi preso nesta quarta-feira (19) um dos maiores traficantes de drogas procurados do Rio de Janeiro, o Polegar. Alexander Mendes da Silva, nome real…

Foi preso nesta quarta-feira (19) um dos maiores traficantes de drogas procurados do Rio de Janeiro, o Polegar. Alexander Mendes da Silva, nome real do contrabandista, foi encontrado na manhã de hoje no Paraguai. Ele é a apontado como o chefe do tráfico de drogas no Morro da Mangueira, que nos últimos meses entrou em fase de pacificação com uma Unidade de Polícia Pacificadora.

Considerado um dos quatro mais importantes ‘cabeças’ do tráfico no RJ, Polegar estava foragido desde 2009. Ele foi condenado a 22 anos de prisão, e depois de cumprir um sexto da pena obteve o benefício de regime aberto. Em 14 de setembro de 2009 ele saiu da Casa do Albergado Crispim Ventino, onde cumpria a sentença, e nunca mais voltou.

Em dezembro de 2010, Alexander estava no Conjunto de Favelas do Alemão, durante a operação de retomada, porém fugiu.

Foto: Senad / Divulgação

Hoje (19), ele tentava comprar um carro de luxo na cidade de Pedro Juan Caballero, fronteira do Paraguai, e foi capturado por policias locais quando perceberam que seus documentos eram falsos. Alexander assumiu aos policiais paraguaios que era o Polegar e permanece preso em Pedro Juan Caballero. O traficante deve ser expulso do país para o Brasil em breve.

O Disque-denúncia oferecia R$ 2 mil para quem ajudasse com informações do paradeiro de Polegar. A organização contou que em 2001, Polegar comandou um ataque à Polinter, que beneficiou na fuga de 14 presos.

Ainda segundo o Disque-denúncia, Alexander se refugiou no Alemão quando fugiu da prisão em 2009. Lá, conseguiu alguns pontos de tráfico para comandar. Com isso, o Ministério Público denunciou Polegar por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de drogas. Ele foi condenado a quatro vara criminais por crimes cometidos entre 1994 e 2002.

O que deixa o cidadão perplexo é, de fato, a grande quantia de bens que Polegar possui. Um tríplex na cidade de Cabo Frio, por exemplo, foi avaliado em R$ 400 mil. Além desse imóvel, ele possui outros no Leblon, na Zona Sul do Rio, na Barra da Tijuca e em Jacarepaguá, na Zona Oeste, e em Niterói, na Região Metropolitana da cidade.

Mais informações em breve.


Top