Tinta permanente e tonalizante: diferenças

Muitas mulheres possuem o sonho de mudar a cor do cabelo, mas sentem medo de aplicar uma química forte nos fios. De fato, se…

Muitas mulheres possuem o sonho de mudar a cor do cabelo, mas sentem medo de aplicar uma química forte nos fios. De fato, se a tintura escolhida não for de boa qualidade, ela pode desbotar com facilidade e deixar as madeixas ressecadas.

O tonalizante e a tinta permanente são usados para alterar a cor do cabelo. (Foto:Divulgação)

Dois tipos de produtos podem ser usados por quem busca uma nova coloração: a tinta permanente ou o tonalizante. Embora ambos desempenhem a função de alterar a cor do cabelo, eles possuem componentes distintos e atuam de forma diferente nos fios.

Saiba mais: Como passar tonalizante para cabelos em casa

Coloração com tonalizante

O tonalizante é uma tinta temporária e com fixação suave. Sua composição não tem amônia, apresenta apenas uma pequena quantidade de oxidantes que facilitam a penetração dos pigmentos.

Depois de receber o tonalizante, o cabelo adquire uma cor mais viva, brilho e maciez. Na medida em que os fios são lavados, a tinta vai saindo gradativamente. Por causa da fixação temporária, o tonalização dos fios deve ser feita a cada 15 dias.

O tonalizante não agride tanto o cabelo, mas tem resultado temporário. (Foto:Divulgação)

O tonalizante é menos agressivo do que a tinta permanente, mas pode não ser tão eficiente em algumas situações, como a cobertura dos fios brancos. A tintura de tonalização também não serve para clarear o cabelo, ou seja, apenas realça as madeixas, escurece ou serve para fazer mexas semelhantes ao tom natural.

Se a pessoa tonalizar o cabelo e não gostar do resultado, ela pode escolher outro tonalizante e reverter o nuance facilmente, algo que não é possível ao usar tinta permanente.

Como é um produto compatível com qualquer tipo de química, o tonalizante não compromete a escova progressiva ou a selante.

Leia Também:  Semana de Moda de Milão Inverno 2012: dia 26/02

Coloração com tinta permanente

A tinta permanente é ideal para quem deseja um resultado mais duradouro, ou seja, com fixação prolongada da cor. O produto cobre o excesso de fios brancos, pode ser usado para clarear as madeixas, alterar totalmente a cor ou escurecer.

A tinta permanente tem resultado duradouro, porém agride mais o cabelo. (Foto:Divulgação)

A coloração com tinta permanente age em toda a estrutura do cabelo, substituindo a cor natural pela desejada. O resultado dura de 20 a 30 dias e o retoque deve ser feito assim que a raiz começar a aparecer.

A fórmula da tinta permanente é composta por amônia e oxidantes, uma composição que não é compatível com determinados tipos de químicas, como relaxamento e henna.

Quando entra em contato com o cabelo, a amônia destrói a cor natural. Já a água oxigenada abre as cutículas, facilitando a entrada do pigmento artificial. Para que o cabelo tingido não fique ressecado e sem brilho, é importante usar produtos específicos de hidratação.

Veja também: Cuidados diários para cabelos tingidos: dicas

Top