Site fundado por Ashton Kutcher é acusado de roubo

Site fundado por Ashton Kutcher é acusado de roubo! O bonitão dos cinemas e da televisão agora está vendo o seu nome relacionado indiretamente…

Site fundado por Ashton Kutcher é acusado de roubo! O bonitão dos cinemas e da televisão agora está vendo o seu nome relacionado indiretamente em um escândalo no mundo da tecnologia. Ashton Kutcher nunca escondeu o seu interesse no mercado de tecnologia, sendo que ele investiu em uma série de empresas do ramo, como o Foursquare, Skype e é uma espécie de consultor da Lenovo para inovação. O ator também foi um dos fundadores do portal Aplus, que agora está sendo acusado de roubar conteúdo de seus concorrentes, ou seja, dar o famoso “Ctrl C Ctrl V”, realizando reprodução sem citar fontes ou origem do material que alimenta o seu site.

Site fundado por Ashton Kutcher é acusado de roubo (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Ashton Kutcher Motivou Briga Entre Demi Moore E Madonna

Site fundado por Ashton Kutcher é acusado de roubo

Site fundado por Ashton Kutcher é acusado de roubo e o portal se autointula um espaço de divulgação de conteúdo que se tornou viral na web e que de algum modo pode mudar de um jeito positivo a vida das pessoas. Em sua defesa, o site alega que tem mais de 30 milhões de usuários ativos, mas não conta com tanto conteúdo quanto o principal concorrente da categoria, o BuzzFeed.

Site fundado por Ashton Kutcher é acusado de roubo de conteúdo na web (Foto: Divulgação)

Saiba mais informações sobre: Estilo: Ashton Kutcher

Participação de Ashton Kutcher no site

Ashton Kutcher tem auxiliado o site a ficar popular por meio de sua conta no Twitter e no Facebook, mas agora pode enfrentar alguns problemas com isso, pois o site está envolvido em um grande escândalo. As denúncias de roubo de conteúdo na web são múltiplas, mas a mais evidente seria a réplica de uma postagem do BuzzFeed chamada “The 26 Most American Comebacks in the History of the World”.

Para não dar tanto na cara o site teria somente mudado um pouco o título da matéria e reproduzido o conteúdo na integra. O problema é que no final da postagem não existe nenhuma atribuição ao criador original desse conteúdo, o que é crime de plágio. Isso é bem comum na internet, mas como o nome de um ator famoso foi envolvido acabou que a notícia ganhou ainda mais destaque.


Top