Reclamações pela internet: cuidados

Os consumidores estão adquirindo o hábito de usar a internet como um canal para fazer denúncias. Quando eles se sentem insatisfeitos com um produto…

Por Isabella Moretti em 06/09/2012

Os consumidores estão adquirindo o hábito de usar a internet como um canal para fazer denúncias. Quando eles se sentem insatisfeitos com um produto ou serviço, logo expressam a opinião em sites de reclamações ou mesmo nas redes sociais. Entretanto, este tipo de comportamento deve ser controlado para não resultar em processo judicial.

Consumidor deve tomar cuidado ao fazer queixas pela internet. (Foto:Divulgação)

A web como um espaço para reclamar

A internet é um espaço em potencial para o consumidor descontente fazer reclamações. A partir do momento em que ele fala mal de uma determinada empresa em redes sociais populares, como Facebook e Twitter, milhares de outras pessoas serão influenciadas por sua opinião e a imagem da instituição repreendida fica prejudicada.

Há todos os tipos de reclamações na internet, como o mau atendimento em um hospital, o atraso de uma entrega e a compra de produtos com baixa qualidade. As pessoas aproveitam este espaço virtual para valorizar a ideia de liberdade de opinião, mas algumas queixas podem se transformar em difamações, fazendo com que a instituição criticada se sinta extremamente ofendida e no direito de buscar apoio na Justiça.

O site Reclama Aqui costuma monitorar as reclamações dos seus usuários. (Foto:Divulgação)

Além das redes sociais, existem sites na internet voltados especialmente para reclamações. Um deles recebe cerca de oito milhões de visitas por mês e 300 mil reclamações. Para que as queixas dos consumidores sejam publicadas online, elas passam por revisão, com o objetivo de não causar constrangimento a empresa abordada, mas sim encontrar uma solução amigável para o problema.

O trabalho dos monitores é muito importante para os sites de reclamações, afinal, ele impede que o texto escrito pelo consumidor se torne ofensivo ou mesmo agrida verbalmente a empresa criticada. Este cuidado evita que o internauta seja indiciado.

Veja também: Reclame Aqui – Site Reclamações pela Internet

Cuidados ao fazer reclamações na internet

Se a reclamação ofender ou denegrir, o consumidor pode ser processado. (Foto:Divulgação)

As pessoas se sentem livre para escrever na internet e deixam a emoção transparecer através das palavras. Entretanto, é necessário tomar alguns cuidados na hora de reclamar de algum produto ou serviço. Veja a seguir algumas dicas:

– Não escreva mensagens mencionando os nomes dos profissionais, como por exemplo, o vendedor responsável pelo mau atendimento;

– Por mais que exista indignação com o produto ou serviço, é importante não usar palavras de baixo calão ao se referir à empresa ou profissional liberal;

– Para que a reclamação tenha resultados positivos para o consumidor, ela deve ter o máximo de informações, mas sem ofender a empresa com ameaças ou palavras agressivas.

– A internet já dá poder para o consumidor agir, por isso ele não precisa ser grosseiro.

Caso as orientações não sejam seguidas, o internauta corre o risco de ser punido pelo Poder Judiciário, com um processo criminal de injúria, difamação e calúnia, além de um processo civil de indenização.

Leia mais: Sites de compras coletivas com mais reclamações

Top