Principais erros ao tomar remédios

Apesar de muitas doenças não terem cura, o tratamento pode proporcionar um vida normal para o indivíduo acometido. Para isso é essencial administrar corretamente…

Por Editorial MDT em 23/05/2013

Apesar de muitas doenças não terem cura, o tratamento pode proporcionar um vida normal para o indivíduo acometido. Para isso é essencial administrar corretamente as medicações. Entretanto, 50% dos doentes ainda comentem erros aos tomar os remédios. Saiba mais sobre o assunto e veja os principais erros ao tomar remédios.

Os remédios devem ser tomados sob orientação médica. (Foto: divulgação)

Uso correto de medicamentos

A Anvisa estabeleceu desde 2009 que todos os remédios devem ser acompanhados de várias informações na bula. Ou seja, uma parte técnica e uma específica para o paciente, contendo informações importantes sobre como o medicamento deve ser administrado e os riscos do seu uso. Mesmo com tantas informações, ainda existem muitas dúvidas sobre a melhor forma de tomar medicamentos e outros problemas que não são questionados no papel. Isso faz com que o paciente acabe ingerindo o remédio de forma errada, colocando em risco a sua saúde.

A dose do remédio deve ser correta. (Foto: divulgação).

Veja também como vencer a ansiedade sem medicamentos 

Principais erros ao tomar remédios

1. Parar o tratamento por conta própria: os principais motivos que levam os indivíduos a abandonar os medicamentos é por medo de viciar ou quando os sintomas acabam, fazendo com que o mesmo pense que não há mais necessidade de tomar o remédio. Porém, isso pode causar sérios problemas, já que algumas doenças podem levar à morte quando não tratadas corretamente.

2. Não tomar no horário correto: o horário correto de tomar os remédios deve ser obedecido para que o tratamento seja efetivo. O intervalo entre uma dose e outra é calculado para que o paciente não fique sem o efeito da medicação ou com doses altas para o organismo.

3. Tomar a dose esquecida: caso você tenha se esquecido de tomar uma dose de medicamento, consulte o médico sobre o que fazer. Compensar a dose após o horário correto pode resultar na não eficácia do mesmo ou em outros efeitos colaterais.

4. Tomar além da dose prescrita: todo medicamento deve ser prescrito de acordo com um principio básico, considerando os efeitos colaterais. Isso significa que a diminuição ou aumento da dose pode acarretar sérios problemas. Por isso, é essencial seguir o tratamento prescrito.

5. Trocar a ordem dos medicamentos: muitos medicamentos exigem protetores gástricos por serem mais fortes e, nesses casos, a ordem dos remédios pode influenciar nos resultados. O ideal é organizar uma tabela com horário e ordem de tomar os remédios.

6. Prolongar o uso do medicamento: o uso de medicamentos sem prescrição médica por um longo período pode mascarar algumas doenças e ainda gerar bactérias multirresistentes.

7. Não informar o médico: o ideal é que os indivíduos levem sempre uma lista com os remédios que tomam, quando forem ao médico. Isso facilita o trabalho do profissional e evita algumas complicações.

Os medicamentos devem ser tomados corretamente. (Foto: divulgação)

Veja também consumo exagerado de remédios, o que pode causar 

O uso inadequado de medicamentos pode acarretar em uma série de problemas a saúde do indivíduo. É preciso tomar os medicamentos em horários corretos, doses certas e principalmente sob orientação e prescrição médicas. A automedicação é totalmente contraindicada e pode colocar em risco a vida. Portanto, consulte o médico antes de tomar qualquer medicamento em casa.

Top