Plagiocefalia: o que é

A plagiocefalia é o termo médico para a deformação popularmente conhecida como cabeça “chata” ou “deformada”. Pode ter diversas causas como pré-natais, problemas na…

É importante evitar a plagiocefalia.

A plagiocefalia é o termo médico para a deformação popularmente conhecida como cabeça “chata” ou “deformada”. Pode ter diversas causas como pré-natais, problemas na hora do parto ou até mesmo adquirida após o nascimento. Mas a principal causa ainda é o hábito de deixar as crianças recém-nascidas de costas, viradas para cima, posição essa recomendada pelos médicos para evitar a “morte-súbita”.

O achatamento pode acontecer na parte de trás da cabeça ou na lateral, causando uma assimetria do crânio. Mas não se preocupe, pois, se detectado cedo, a cabeça do seu bebê pode voltar ao normal.

Esse tipo de problema acontece porque quando o bebê fica muito tempo deitado no berço, o crânio, que ainda não está totalmente formado, sofre pressão do colchão ou do travesseiro, podendo provocar o achatamento. Como a criança ainda não tem força no pescoço para sustentar a cabeça, o peso todo vai direito para o colchão, o que causa o problema levando a deformidade.

Os principais grupos de risco são:

  • Prematuros;
  • Crianças do sexo masculino;
  • Nascidos com fórceps ou outros métodos mecânicos;
  • Deficientes mentais;
  • Nascidos de partos múltiplos;
  • Cuidados por terceiras pessoas.

Criança com deformidade na cabeça - antes e depois do tratamento.

Já as causas pré-natais da plagiocefalia podem ser o fechamento prematuro dos ossos do crânio do bebê ou o aperto que ele sofre dentro do útero. Isso acontece muito em casos de gêmeos ou mais bebês no mesmo útero, ou, ainda, quando há um espaço reduzido para que ele cresça dentro da mãe. Mulheres pequenas sofrem com mais frequência esse problema.

Ao perceber uma criança com problemas como a plagiocefalia,  sugira que a mãe consulte o pediatra, pois a deformidade do crânio é totalmente tratável. Quando o problema é causado pelo colchão, ele desaparece de forma espontânea. Assim, a cabeça do bebê volta a ficar redonda com o passar do tempo.

Leia Também:  Estâncias Hidrominerais para Passar as Férias

Uma dica para prevenir a plagiocefalia é alternar a direção na qual o bebê deita no berço, ou virar a cabeça dele durante o sono para a direita e depois para a esquerda para que não fique em uma só posição. Mudar a posição dos brinquedos também ajuda a não ficar muitas horas com a cabeça na mesma posição.

Deixar o bebê deitado, na mesma posição, por muito tempo, pode levar ao problema.

Ao perceber qualquer problema com a criança, consulte um pediatra.

Top