Análises asseguram que Lula está curado do câncer

Em declaração divulgada hoje, a assessoria de Luiz  Inácio Lula da Silva assegurou que análises e uma biópsia confirmaram não haver mais nenhum sinal…

Lula retirou o cateter, nesta terça-feira, implantado há sete meses.

Em declaração divulgada hoje, a assessoria de Luiz  Inácio Lula da Silva assegurou que análises e uma biópsia confirmaram não haver mais nenhum sinal do câncer na laringe do ex-presidente.

Lula deu entrada nesta terça-feira no hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, para remoção do cateter implantado há sete meses, através do qual recebeu o medicamento quimioterápico contra a enfermidade, descoberta em outubro do ano passado.

Leia mais: Apontadores sugerem melhora da economia no segundo semestre

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi internado na última quarta-feira, dia 13 de junho, para retirada do cateter subcutâneo implantado há sete meses, por meio do qual recebeu o medicamento quimioterápico que fez parte do bem-sucedido tratamento para curar o câncer de laringe diagnosticado em outubro do ano passado. Foi submetido a exames e a uma biópsia, que confirmaram não haver mais nenhum vestígio da doença“, diz a nota.

Análises confirmaram não haver mais nenhum sinal do câncer na laringe do ex-presidente.

Confira também: João Bosco é homenageado na 23º edição do Prêmio da Música Brasileira

A assessoria revelou também que, por deliberações médicas, Lula deverá poupar a voz nos próximos dias, visto que sua laringe passou pela sobrecarga das avaliações locais realizadas nesta terça.

Desse modo, o ex-presidente diminuirá as atividades que exijam o uso sucessivo da voz e cancelou a sua participação no sábado na Rio+20, na inauguração da Arena Socioambiental. “Sua prioridade, agora, é seguir as recomendações médicas para se restabelecer definitivamente dos efeitos colaterais do duro tratamento a que foi submetido nos últimos meses”, diz a nota.

Leia Também:  Unesco elege o Brasil para integrar o Conselho Executivo

Top