Pintas no braço podem sinalizar propensão a câncer de pele Pintas no braço podem sinalizar propensão a câncer de pele

Pintas no braço podem sinalizar propensão a câncer de pele

De acordo com um estudo realizado em Londres, pintas no braço podem sinalizar propensão a câncer de pele. Para os pesquisadores do King’s College…

Por Editorial MDT em 21/10/2015

De acordo com um estudo realizado em Londres, pintas no braço podem sinalizar propensão a câncer de pele. Para os pesquisadores do King’s College London, a pessoa que apresenta mais de onze pintas no braço direito tem mais chance de desenvolver a doença, do tipo melanoma.

Pintas no braço podem sinalizar propensão a câncer de pele (Imagem Ilustrativa)

☰ CONTEÚDO

Pintas no braço podem sinalizar propensão a câncer de pele

Quem diria que “inofensivas” pintas no braço podem sinalizar maior propensão ao desenvolvimento de câncer de pele? Mas, para os pesquisadores isso é possível.

Após uma análise com três mil gêmeos, ao longo de oito anos, no Reino Unido, os estudiosos concluíram que as pintas do braço são uma amostra do total de pintas do corpo. Assim sendo, quem apresenta mais de 11 pintas no braço direito tem mais chance de ter mais de 100 pintas no resto do corpo. Por esta razão, têm mais risco de desenvolver o melanoma.

 

Leia mais: Tipos de pintas como saber se são perigosas

Tipos de pintas

As pintas de todo o corpo devem ser observadas regularmente (Imagem Ilustrativa)

Deve ser levado em consideração as pintas do braço que forem circulares, uniformes e de coloração marrom escura. As sardas são as mais claras e frequentemente temporárias, não correm o risco de mutar.

É importante saber que a presença de pintas não significa que a pessoa está condenado a desenvolver o câncer, apenas que apresenta um risco maior de desenvolver a doença e por isso, é preciso observação constante.

O uso de protetor solar diariamente é essencial para evitar o câncer de pele (Imagem Ilustrativa)

A pessoa deve se preocupar, quando as pintas começam a mudar de forma e cor. Também, quando aumentam de tamanho, sangram, inflamam, ganham casquinha ou coçam. É necessário consultar um especialista rapidamente.

Os números dos casos no Brasil são altos e segundo o Instituto Nacional do Câncer, no ano de 2014 foram cerca de 5,8 mil novos casos de melanoma no país e 182 mil de não-melanoma.

Saiba mais: Quando uma pinta oferece perigo

Prevenção

Se você notar alguma anormalidade procure um especialista (Imagem Ilustrativa)

É essencial que todos tomem precauções e façam o uso do protetor solar diariamente a fim de prevenir o desenvolvimento.

Também é importante observar todo o corpo, não apenas os braços, e conhecer as pintas existentes. Saber o que é o normal da sua pele e caso veja alguma mudança é essencial informar o médico.

O estudo foi importante para conscientizar as pessoas e alertar os especialistas de que as pintas no braço podem sinalizar propensão a câncer de pele.

Top