Otite canina sintomas e como tratar

Uma das doenças caninas mais comuns, a otite afeta principalmente os cães de orelhas longas e peludas, trazendo bastante desconforto. Na matéria você vai aprender a descobrir se o seu cão está com inflamação no ouvido e as maneiras de tratá-la e evitá-la.

A otite canina é uma doença bastante comum e geralmente não traz maiores complicações ao bichinho de estimação, se diagnosticada no início e bem cuidada. Quais são os sintomas e como tratar? É o que vamos comentar a seguir.

Otite canina: sintomas e como tratar (Foto: Pixabay)

O que é otite canina? Trata-se de uma inflamação no ouvido do cão, que pode ser causada por diversos fatores, levando o animal a sentir dores e muito desconforto. Apesar do nome se referir aos cachorros, também é comum acontecer otite em gatos.

Entre as causas da otite canina estão água no ouvido do cachorro durante o banho, vento em excesso nas orelhas e produção excessiva de cera. A doença também pode ser causada por fungos, bactérias, ácaros, sarna e carrapatos.

Otite canina sintomas e como tratar

Não se esqueça de secar bem a orelha do seu cachorro após o banho e as brincadeiras na água (Foto: Pixabay)

Um dos principais sintomas da otite canina é a alteração de comportamento do cachorro, que fica bastante incomodado com o problema. Ao se coçarem, os cães afetados pela doença costumam chorar ao passar a pata na orelha, devido à dor.

Outra situação comum nos cães com otite é o animal balançar a cabeça de um lado para o outro com grande frequência, sacudindo também as orelhas. Nos casos mais graves dessa doença canina, o bichinho chega até a pender a cabeça para um dos lados.

Outros sinais da otite em cães são a perda de audição (o animal apresenta maior dificuldade para ouvir), perda de apetite (por causa das fortes dores de ouvido), o aumento de secreção e um forte odor exalado do ouvido.

Se você tem um Labrador, Setter Irlandês, Golden Retriever, Cocker Spaniel, Dachshund, Cavalier King Charles Spaniel ou outros cães de orelhas grandes, peludas e caídas, precisa ter maior atenção, pois essas são algumas das raças mais afetadas pela otite canina.

Continuar Lendo  Raças de cães mais dóceis

Otite canina como tratar

Cães de orelhas longas, como o Setter Irlandês, têm maior risco para a doença (Foto: Pixabay)

Notou que o seu melhor amigo está apresentando alguns dos sintomas descritos acima, com frequência? O melhor a fazer é levá-lo imediatamente ao veterinário, para diagnosticar o problema e escolher um dos tratamentos para otite canina mais adequados ao caso dele.

O tratamento pode incluir lavagem otológica, uso de pomadas e cremes, medicamentos por via oral e até cirurgia, dependendo do tipo de otite, do agente causador da doença e da idade do pet, entre outros fatores. Se não tratada adequadamente, a otite pode levar à surdez canina.

Otite canina como prevenir

O Cocker Spaniel é outro cão que deve ter cuidados especiais para evitar a otite (Foto: Pixabay)

Existem várias formas de prevenção da otite canina:

  • Faça uma higienização constante da área externa do ouvido do cão, usando algodão e loção específica para esse fim.
  • Mantenha as orelhas do pet secas e bem longe da umidade.
  • Na hora do banho, use algodão para tampar os ouvidos do cachorro.
  • Faça a tosa higiênica nos cães de orelhas peludas.
  • Escolha um pote de água mais estreito para evitar que o cachorro molhe as orelhas ao matar a sede.

Convidamos você a continuar a navegar no Mundo das Tribos e ler outras publicações.

Top