Os perigos da prótese de silicone

Uma das cirurgias plásticas que tem se tornado cada vez mais popular é a de implante de silicone nos seios. O time de mulheres…

Uma das cirurgias plásticas que tem se tornado cada vez mais popular é a de implante de silicone nos seios. O time de mulheres que procuram se submeter a esse procedimento abrange todas as idades, mas o que se tem percebido é que a frequência de mulheres cada vez mais jovens tem aumentado nos consultórios.

Os perigos da prótese de silicone 4

Os perigos da prótese de silicone (Foto: Divulgação)

Os perigos da prótese de silicone

Antes de se submeter a qualquer tipo de cirurgia é preciso conhecer seus riscos. A infecção é uma complicação muito frequente e comum a qualquer processo cirúrgico, sendo percebida geralmente por febre alta. Mas, há riscos que são próprios apenas da cirurgia para implante de prótese. Conheça agora os perigos e complicações que essa cirurgia pode oferecer.

Flacidez

Leva a uma aparência não natural, que é consequência do implante estar posicionado muito baixo e a aréola muito alta. Acontece quando se cria um espaço para acomodar a prótese que é muito maior que o próprio implante ou, no caso de paciente com pele muito fina, pode ser resultado do próprio peso da prótese. É corrigido cirurgicamente.

Contratura Capsular

A contratura é a complicação mais comum na cirurgia para aumento da mama e é um evento que ocorrerá naturalmente, o problema está na quantidade de contratura, que é muito grande em algumas pessoas. O corpo humano forma uma cápsula de tecido fibroso que envolve a prótese e com o passar do tempo esse tecido se torna cada vez mais apertado, espremendo o silicone e resultando em endurecimento dolorido do seio. A prótese também pode se descolar ou até mesmo dobrar dentro da mama. Esse problema é resolvido com cirurgia para remoção do tecido capsular e aumento do espaço que acomoda o implante.

Uma das cirurgias plásticas que tem se tornado cada vez mais popular é a de implante de silicone nos seios.

Uma das cirurgias plásticas que tem se tornado cada vez mais popular é a de implante de silicone nos seios.

Interferência com a mamografia

A prótese, tanto de silicone como a de solução salina, pode interferir na mamografia e, na pior das hipóteses, esconder um câncer de mama ou qualquer outra lesão pré-maligna. Para reduzir esse risco, a colocação da prótese ocorre abaixo do musculo peitoral.

Continuar Lendo  Cuidados com a pele do recém-nascido

Necrose

É a morte do tecido que se localiza ao redor do implante. Por sorte esta é uma complicação muito rara, porém gravíssima e pode trazer sequelas como cicatrizes grandes e permanentes. A resolução desse problema se dá através de cirurgia e pode ser preciso remover completamente a prótese.

Ruptura

Os implantes não são indestrutíveis, apesar de serem muito resistentes às atividades. Traumas, como os de um acidente automobilístico, podem resultar em ruptura da prótese. É importante ficar atenta a validade do implante, para que seja então trocado.

É importante ficar atenta sobre qualquer alteração que apareça.

É importante ficar atenta sobre qualquer alteração que apareça.

Seroma

É um problema que pode ser resolvido por uma drenagem com agulha, pois o que ocorre nesse caso é o acúmulo de líquido ao redor da prótese.

Os perigos da prótese de silicone, confira mais informações (Foto: Mdemulher)

Os perigos da prótese de silicone, confira mais informações (Foto: Mdemulher)

Simastia

É o resultado de erro cirúrgico e é difícil de ser reparada. O que acontece é que a prótese acaba elevando o esterno (o osso do meio do peito, onde se juntam as costelas) e o resultado será uma mama grande e sem contornos, projetada para frente do corpo.

É importante ficar atenta durante o período pós-cirúrgico, e procurar um médico caso apareça qualquer sintoma que sugira complicação ou até mesmo caso suspeite de que algo não está como deveria.

Top