Obesidade compromete área cerebral associada ao controle de peso

Um dos problemas no tratamento da obesidade está no caso de que pouco se sabe sobre os organismos naturais do controle de peso corporal.…

Por Editorial MDT em 28/12/2011

Imagem:(Foto Divulgação)

Um dos problemas no tratamento da obesidade está no caso de que pouco se sabe sobre os organismos naturais do controle de peso corporal. Dois estudos autônomos trazem novas informações sobre esse assunto.

Um grupo da Instituição de Washington descobriu uma associação entre as lesões neuronais e obesidade numa área do cérebro, a qual é determinante para controlar o peso: o hipotálamo. Outra pesquisa, anunciada nesta terça-feira, apontou que o nascimento de células nervosas no hipotálamo é inibido pela obesidade.

Para explorar essa perspectiva, os especialistas analisaram o volume de neurônios no hipotálamo de roedores com obesidade acarretada por dieta com alto conteúdo de gordura e também com carência de leptina (substância que controla o apetite). De acordo com o estudo, os roedores com carência de leptina e submetidos a dietas com alto número de calorias produziram menos neurônios novos e conservaram os neurônios antigos.

O levantamento apontou que há uma capacidade inesperada da dieta rica em calorias e da carência de leptina para inibir essa remodelação neuronal. “Os novos neurônios podem desempenhar um papel crítico na regulação do balanço energético e são essenciais para a gestão do peso a longo prazo”, diz a pesquisa. “Essa descoberta pode trazer implicações importantes para o nosso entendimento da importância da regulação nutricional e a função cerebral”.

Saiba mais

O hipotálamo é um ponto do cérebro dos mamíferos cujo papel é ajustar alguns processos metabólicos e outras atividades independentes. Ele liga o sistema nervoso ao sistema endócrino responsável pela secreção de importantes substâncias.

Controla também a secreção de substância da glândula pituitária – como a gonadotropina. Os neurônios que secretam essa substância são associados ao sistema límbico, que está ligado sobretudo no controle das emoções e atividade sexual. O hipotálamo também controla a temperatura do corpo e sede. O que expõe o porque esse órgão é tão importante  e precisa ser protegido.

Top