No quarto dia do Pan, conjunto brasileiro de ginástica rítmica leva o terceiro ouro

As meninas da ginástica rítmica elevaram o nome do Brasil e conquistaram, no quarto dia de provas, o terceiro ouro seguido da modalidade nos…

Por Redacao em 19/10/2011

Meninas da ginástica durante prova que valeu o terceiro ouro do Brasil na modalidade

As meninas da ginástica rítmica elevaram o nome do Brasil e conquistaram, no quarto dia de provas, o terceiro ouro seguido da modalidade nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, encerrando a participação no Pan com um aproveitamento de 100%. Antes, elas já haviam levado a medalha dourada na competição geral e na coreografia com cinco bolas.

Para encerrar de forma impecável a participação em Guadalajara, na terça-feira, o conjunto brasileiro venceu a disputa de fitas e arco, ao atingir a marca dos 24.775 pontos, superando o Canadá, que fez 24.650, e a equipe dos Estados Unidos, 24.625.

“É incrível que tudo tenha dado tão certo. Essas medalhas valem todos os momentos de alegria, dor, lágrima, lesões que fazem parte da nossa vida”, disse a ginasta Luísa Matsuo, que aos 23 anos anunciou a aposentadoria.

A terça-feira para a ginástica rítmica brasileira ainda teve outra conquista, desta vez no individual. Angélica Kvieczynski faturou a medalha de prata na prova das maças e, de quebra, ainda se tornou a ginasta com o maior número de medalhas na mesma edição do Pan. Nos primeiros dias de competição, a atleta brasileira já havia conquistado três bronzes.

Com as medalhas obtidas na terça-feira, a ginástica rítmica do Brasil assegurou sete medalhas para o país: três ouros, uma prata e três bronzes.

Nas piscinas de Guadalajara

No quarto dia de competições no Centro Aquático de Scotiabank, a equipe brasileira de natação conquistou mais três medalhas. No revezamento 4x200m livre feminino, o quarteto brasileiro, formado pelas nadadoras Joanna Maranhão, Jéssica Cavalheiro, Manuella Lyrio e Tatiana Lemos, ficou com a prata. Pouco antes, a nadadora Joanna Maranhão havia conquistado uma medalha de bronze na prova dos 200m medley.

Já na disputa do masculino, o nadador Thiago Pereira ficou com o bronze nos 200m peito e adiou a conquista de sua 10ª medalha dourada em Pans.

No trampolim…

O ginasta Rafael Andrade teve uma boa exibição e assegurou a medalha de prata para o Brasil nas competições da ginástica de trampolim. Com a vitória, Rafael garantiu a segunda medalha do Brasil na modalidade em Jogos Pan-Americanos.

Tem medalha verde e amarela no tiro esportivo

O atleta Júlio de Almeida ficou, nesta terça, com a medalha de bronze na pistola livre. Com isso, ele chega à sua segunda medalha em Guadalajara. No domingo, Júlio foi bronze na prova com a pistola de ar.

Top