Livro 50 Tons de Cinza, críticas e opiniões

‘50 Tons de Cinza’ é um romance erótico escrito por Erika Leonard James e publicado em 2011. Em pouco tempo no mercado livreiro, a…

‘50 Tons de Cinza’ é um romance erótico escrito por Erika Leonard James e publicado em 2011. Em pouco tempo no mercado livreiro, a obra se tornou um best-seller, com mais de 10 000 000 exemplares vendidos nas seis primeiras semanas.

50 Tons de Cinza é um best-seller conhecido como pornô para mamães. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Cinquenta Tons de Cinza – Trilogia

A história que envolve amor e sexo não se limitou apenas a um livro, mas se transformou em uma trilogia. O segundo e o terceiro volume também foram campeões de venda, sendo publicados em 47 países. Os livros de Erika Leonard James venderam mais do que Harry Potter e Código Da Vinci no Reino Unido.

A saga ’50 Tons de Cinza’ se tornou conhecida mundialmente como um tipo de pornô para mamães. Apesar de ser um sucesso de vendas, os livros receberam críticas positivas e negativas dos leitores.

As leitoras da trilogia erótica estão ansiosas para o lançamento do filme de ’50 Tons de Cinza’. A Universal Pictures já comprou os direitos da história e provavelmente o longa-metragem será lançado na metade de 2014.

Erika Leonard James. (Foto:Divulgação)

Um breve resumo sobre 50 Tons de Cinza

O livro ’50 Tons de Cinza’ conta a história de Anastasia Steele, uma mulher de 21 anos, virgem e que faz faculdade de literatura. Ela se apaixona perdidamente pelo empresário milionário Christian Grey. Os dois começam a ter um relacionamento e Anastasia tem o seu primeiro contato com o mundo do sadomasoquismo.

No desenrolar da trama, Anastasia se sente cada vez mais atraída pelo magnata e acaba se tornando a escrava sexual dele.

Críticas negativas

Alguns leitores criticaram as tentativas de Erika Leonard James de criar uma escrita realista. Christian Grey é rico, bonito e faz tudo por Anastasia, um perfil masculino dificilmente encontrado no mundo real. A quantidade de sexo que o magnata faz com Anastasia também é algo totalmente irreal, digno de ficção científica.

Leia Também:  Curiosidades sobre golfinhos

Como apresentou a idealização do ‘homem perfeito’, a obra não deveria ser considerada um ‘romance erótico’, mas sim um ‘conto de fadas erótico’.

Algumas mulheres não aprovaram a leitura livro erótico porque Christian Grey representa a figura de um homem dominador e Anastasia é totalmente submissa, principalmente na hora do sexo.

Christian Grey foi criado para mexer com a imaginação das mulheres. (Foto:Divulgação)

Críticas positivas

A maioria das pessoas se simpatizou com a história do livro ‘50 Tons de Cinza’, prova disso é o sucesso de vendas em todo mundo. Quem gostou do enredo provavelmente se envolveu com fantasias sexuais e sentiu mais confiança para realizar os desejos na cama.

O que prende muitas leitoras ao livro de Erika Leonard James não é apenas a curiosidade com relação ao sadomasoquismo, mas sim a dor e a cura pelo amor. Grey foi criado para despertar o fascínio das mulheres que procuram um homem perfeito.

Veja também: Possíveis atores do filme 50 Tons de Cinza

Top