Lipoaspiração a laser para eliminar gordura localizada

A lipoaspiração tradicional traz certos receios. Muitos desejam tirar a gordurinha localizada da parte abdominal ou das demais partes do corpo, mas, uma cirurgia pode…

Por Editorial MDT em 26/10/2011

A lipoaspiração tradicional traz certos receios. Muitos desejam tirar a gordurinha localizada da parte abdominal ou das demais partes do corpo, mas, uma cirurgia pode parecer algo assustador para quem tem medo de procedimentos como esse. Um dos motivos que faz a mulher ou mesmo o homem pensar duas vezes antes de escolher a cirurgia plástica é a dor do pós-operatório. A dor da lipoaspiração é uma das mais intensas. É uma dor forte e que pode durar em média uma ou duas semanas, dependendo do procedimento usado.

Para quem tem receio, uma opção é a lipoaspiração não invasiva. Hoje você encontra os mais diferentes métodos de procedimentos que trazem o mesmo resultado de uma cirurgia, mas sem a necessidade de um corte sequer. A lipoaspiração a laser é um dos novos métodos não invasivos que vem fazendo sucesso no setor de estética. O laser é usado para diferentes tratamentos, desde depilação definitiva até o combate à celulite e à gordura localizada.

O tratamento derrete as moléculas de gordura pelo corpo. O TruForm, da empresa americana Cutera, é aplicado através de uma ponteira que cobre áreas pequenas ou moderadas de gordura localizada, seja abdômen, braços, flancos, costas e culotes.

Você pode reduzir medidas consideráveis, sem cicatrizes ou qualquer tipo de dor. Na verdade, há uma leve ardência na hora da aplicação, a mesma da depilação definitiva. O que muda de um procedimento para o outro é a profundidade que a luz chega. Na depilação, o laser atinge a raiz do pelo, já na lipoaspiração atinge as moléculas de gordura.

A lipoaspiração a laser para eliminar gordura localizada é feita em sessões. Para um resultado eficaz, é preciso passar por uma média de 10 sessões, o que é comum no meio estético. A ponteira do aparelho gera um aquecimento de até 50 graus Celsius na gordura. Cada aplicação dura em média um minuto em cada região. O aquecimento não atinge a pele, pois é extremamente controlado. A pele é resfriada a todo momento, evitando assim a ardência intensa.

Quando vai se aproximando da última sessão, o aquecimento consegue matar as células de gordura, evitando assim que as mesmas voltem a crescer. Uma vez que a célula de gordura morre, dificilmente ela consegue voltar. É isso, também, que a lipoaspiração tradicional faz. O aparelho responsável pela lipoaspiração a laser já está no Brasil desde meados de 2010. O preço total de um pacote do tratamento pode custar em média R$5 mil.

 

Top