Legumes auxiliam no controle da glicose do sangue

Isabella Moretti 29/10/2012 Bem Estar

Uma pesquisa, desenvolvida pela Universidade de Toronto, no Canadá, descobriu que os legumes auxiliam no controle da glicose do sangue. Sendo assim esta categoria de alimentos é muito recomendada para compor a dieta das pessoas que sofrem com diabetes tipo 2. Os resultados do estudo foram divulgados na revista Archieves of Internal Medicine.

Veja também: Alimentos que ajudam a manter o controle da diabete

Pesquisa canadense descobre que os legumes auxiliam no controle da glicose do sangue. (Foto:Divulgação)

O consumo de legumes evita o agravamento da diabetes

Para chegar à conclusão de que o consumo de legumes favorece o controle de açúcar no sangue, os pesquisadores avaliaram 121 pacientes, todos diagnosticados com diabetes tipo 2, uma doença crônica na qual o indivíduo cria uma resistência à insulina. Estima-se que em média 80% das pessoas com diabetes tipo 2 são obesas.

Os participantes do estudo foram divididos em dois grupos para fazer as comparações e obter os resultados. O primeiro aderiu uma dieta com baixa carga glicêmica, além do que foram incentivados a aumentar a ingestão de legumes (ao menos 190 gramas por dia). As pessoas do segundo grupo também adotaram um cardápio diário com pouco açúcar, mas foram aconselhados a aumentar a ingestão de alimentos integrais, pois são ricos em fibras.

A dieta com baixa carga glicêmica, aliada ao consumo de legumes, mantém o controle da diabetes tipo 2. (Foto:Divulgação)

Os pacientes diabéticos seguiram as recomendações dos pesquisadores durante três meses. Depois de analisar as informações coletadas, constatou-se que o alto consumo de legumes mantém o controle da glicemia e também reduz a pressão arterial. Os participantes que consumiram mais fibras apresentaram melhoras, mas em um nível bem inferior.

Além de controlar o açúcar no sangue, a dieta com baixo teor glicêmico quando aliada à ingestão de legumes também diminui os fatores de risco que desencadeiam a doença coronariana, uma patologia no qual o transporte que leva sangue ao músculo cardíaco é bloqueado, parcialmente ou por completo.

Hábitos como tabagismo, sedentarismo e obesidade podem piorar o quadro da pessoa que sofre de diabetes tipo 2 e não consegue adequar a alimentação.

O diabético precisa ter muito cuidado com a sua alimentação. (Foto:Divulgação)

Os pesquisadores canadenses acreditam ainda que os resultados do estudo podem servir de incentivo para campanhas de conscientização e medidas a favor da saúde.

Como funciona a dieta com baixa carga glicêmica

A dieta com baixa carga glicêmica é caracterizada pelo consumo de alimentos com baixa quantidade de açúcar. Para manter a glicemia controlada, as pessoas devem evitar frutas em calda, açúcar branco, batatas, pães, farinha branca, carboidratos processados, entre outros alimentos. Basicamente a dieta com baixa carga glicêmica é composta por 40% de carboidratos; 40% de gordura; e 20% de proteína.

Saiba mais: Dieta com baixa carga glicêmica é melhor para manter o peso

Outros artigos

Oscar 2012 – Indicados, premiação

10/01/2012

Oscar 2012 – Indicados, premiação

[caption id="attachment_374038" align="aligncenter" width="400" caption="O Oscar 2012 vai acontecer no dia 26 de fevereiro"][/caption] A cerimônia de entrega da 8...

Notebooks Lojas MM

08/02/2011

Notebooks Lojas MM

As Lojas MM estão espalhadas principalmente pelo estado do Paraná. Você pode fazer suas compras através da Loja Virtual MM, pois o site faz entregas para todo o ...