Laser pode acabar com vontade de comer

Laser pode acabar com vontade de comer

Laser pode acabar com vontade de comer, de acordo com cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia! O mais atrapalha quando fazemos uma dieta…

Por Élida Santos em 15/09/2014

Laser pode acabar com vontade de comer, de acordo com cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia! O mais atrapalha quando fazemos uma dieta é ter que driblar a vontade comer alimentos que engordam e estão fora do cardápio da dieta. Os pesquisadores descobriram um aglomerado de células cerebrais que conseguiram acabar com a vontade de comer em camundongos.

Laser pode acabar com vontade de comer (Foto: Divulgação)

Leia mais informações sobre: Spray Que Tira A Vontade De Comer Doces E Emagrece

Laser pode acabar com vontade de comer

Laser pode acabar com vontade de comer e trás esperança para pessoas que estão acima do peso. Esse laser funciona porque ativa esses neurônios que dão a sensação ode vontade de comer de um modo diferente, de acordo com o estudo publicado na revista Nature Neurosciences.

De acordo com os pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia, as células nervosas atuam como uma mesa de controle central, associando e retransmitindo mensagens diferentes no cérebro para auxiliar a diminuir a ingestão de alimentos.

Coma somente o necessário (Foto: Divulgação)

Saiba mais informações sobre: Como Diminuir A Vontade De Comer Doces

Laser pode ajudar a tratar a anorexia

Fazendo a utilização de raios laser eles conseguiram estimular esses neurônios, fazendo com que a pessoa pare de comer imediatamente. Esse laser pode contribuir nos tratamentos da obesidade e até da anorexia. Durante as pesquisas os cientistas usar o laser com produtos químicos para imitar diferentes cenários, como ativar os sistemas cerebrais que dão sensação de náuseas, saciedade e mal-estar.

“Esta é uma contribuição muito importante”, avaliou Mohammad Hajihosseini, da Universidade de East Anglia, Reino Unido, com relação ao laser que descobriram. Ele participou da pesquisa ativamente e ficou muito empolgado com os resultados. “Os pesquisadores partiram de trabalhos anteriores e encontraram outro pedaço do quebra-cabeça no circuito longo e complexo envolvido no controle do apetite no cérebro. Uma das próximas perguntas a responder é se esses neurônios poderiam ser um importante elo entre a alimentação e as emoções”, avaliou.

Top