Como diminuir a vontade de comer doces

Comer doces é muito bom, pois causam ao nosso corpo uma sensação muito prazerosa. Quem não espera aquela deliciosa sobremesa após o almoço? É,…

Por Editorial MDT em 07/04/2012

Para algumas pessoas, doces são irresistíveis.

Comer doces é muito bom, pois causam ao nosso corpo uma sensação muito prazerosa. Quem não espera aquela deliciosa sobremesa após o almoço? É, sem dúvidas, extremamente difícil resistir a essas tentações tão saborosas.

O grande problema ocorre quando as pessoas exageram na quantidade de doces ingerida diariamente. Ataques à geladeira e consumo exagerado de açúcar comprometem a dieta e a saúde, facilitando o surgimento de doenças como a obesidade e o diabetes. Quando isso ocorre, o ideal é recorrer a dicas para diminuir a vontade de comer doces.

Dicas para diminuir a vontade de comer doces

1.      Identificar as situações: procurar identificar as situações que o levam a comer doces demasiadamente ajuda a solucionar o problema. O ideal é ser honesto consigo mesmo e tentar agir contra os desejos incontroláveis.

2. Preferência dos doces: é importante identificar quais guloseimas a pessoa está ingerindo. Existe uma diferença nesse ponto que pode ajudar a identificar algum problema. Por exemplo, pessoas que estão passando por estresse emocional tendem a ingerir qualquer doce que estiver disponível. Já aquelas que têm preferência por algum tipo específico de guloseima, pode indicar ser apenas um desejo aumentado momentaneamente.

3. Ansiedade ou nervosismo: preste atenção se a vontade por doces acontece quando você está sozinho ou nervoso. Fique atento para esses sinais, pois isso pode ser um vício. Praticar exercícios físicos ajuda a controlar a ansiedade e o nervosismo. Escolha aquele que mais lhe agrada, pois além de ser benéfico é prazeroso.

Será que vontade de ingerir doces vem da ansiedade ou do nervosismo?

4. TPM: Essa tensão é uma grande vilã no que diz respeito ao consumo de doces. Nesse período a mulher fica extremamente sensível devido às mudanças hormonais. Isso faz com que ela tenha uma vontade aumenta de comer doces, pois dão aquela sensação de prazer e tranquilidade. Como é muito difícil resolver o problema nesse período, prefira doces menos calóricos, assim conseguirá matar a vontade sem exagerar nas calorias e nos açúcares. 

5. Registre as quantidades consumidas: faça um registro do consumo de todos os alimentos e das quantidades ingeridas. Dessa forma fica fácil identificar a frequência e volume dos doces consumidos. Identificando as possíveis causas e os dias mais vulneráveis para a ingestão de doce.

6. Diminuir a frequência: é importante reduzir o consumo de guloseimas lentamente. Quando ingeridos diariamente passe a 5 vezes por semana, depois 3 até chegar a 1 vez por semana. É necessário fazer isso para aprender a controlar a vontade, e assim consumi-los somente em pequenas quantidades.

7. Procure ajuda: é importante ressaltar que em caso de descontrole no consumo, o ideal é procurar um psicólogo que irá orientar melhor quanto às medidas de tratamento.

8. Fique atento a sua alimentação diária: é necessário ficar atento para a alimentação. A deficiência de vitaminas pode causar fome e necessidade da ingestão de açúcar. Assim como o excesso de açúcar pode diminuir a absorção das vitaminas do complexo B, levando ao surgimento de sintomas de depressão, desanimo e outros.

Coma doces com moderação.

Realizar uma dieta balanceada rica em frutas, legumes e verduras ajuda a reduzir a vontade excessiva de comer doces. Além de proporcionarem outros benefícios a saúde. Praticar exercícios físicos regulares também contribui para diminuir esse desejo pelas guloseimas. Se você está com problemas em relação ao consumo de açúcar, procure um médico para realização de alguns exames. Várias doenças podem está associadas a alta vontade de consumir doces. Portanto, cuide de sua saúde!

Top