Gordofobia: saiba mais

Gordofobia: saiba mais

Na novela “Amor à Vida”, Perséfone, interpretada por Fabiana Karla, é vítima de ‘gordofobia’. Em outras palavras, a personagem vem sofrendo bullying simplesmente pelo…

Por Isabella Moretti em 11/10/2013

Na novela “Amor à Vida”, Perséfone, interpretada por Fabiana Karla, é vítima de ‘gordofobia’. Em outras palavras, a personagem vem sofrendo bullying simplesmente pelo fato de ser gordinha.

Perséfone está sofrendo de gordofobia. (Foto:Divulgação)

Na trama de Walcyr Carrasco, Perséfone se casou com Daniel (Rodrigo Andrade). No entanto, ela precisou enfrentar a resistência da mãe do rapaz, que não concordava com a ideia do filho se casar com uma mulher acima do peso.

As ofensas explícitas à personagem de Fabiana Karla não agradaram aos internautas. O Twitter e o Facebook ficaram carregados de reclamações sobre o jeito que Walcyr Carrasco abordou o tema.

O drama de Perséfone não se limita à ficção. Muitas pessoas sofrem com discriminação por causa do peso. O gordinho precisa enfrentar olhares tortos na escola, no trabalho, no clube, na academia, no transporte público e em muitos outros lugares.

Entenda a gordofobia

A gordofobia é uma série de atitudes e sentimentos negativos em relação às pessoas obesas. Os ‘gordofóbicos’ desenvolvem antipatia, desprezo, aversão, repulsa e até mesmo medo irracional de conviver com um indivíduo acima do peso.

O gordofóbico ofende ou pensa coisas negativas das pessoas com excesso de peso. (Foto:Divulgação)

Quem discrimina pessoas gordinhas normalmente é motivado pelos padrões estéticos impostos pela sociedade. O corpo magro e em forma é considerado o ideal de beleza, por isso estar acima do peso não se revela uma situação favorável.

A gordofobia pode se manifestar de diferentes formas, como através de ofensas e até mesmo violência física. O preconceito também pode aparecer de maneira mais sutil, como a desclassificação no processo seletivo para um emprego ou até mesmo a demissão.

Quase todos os contextos sociais apresentam traços da gordofobia, como é o caso da família. Muitos pais reprimem os filhos quando eles estão acima do peso e até fazem uso de xingamentos.

As crianças gordinhas são vítimas de bullying. (Foto:Divulgação)

A gordofobia pode prejudicar a vítima de diversas formas, desenvolvendo baixa autoestima, insegurança, isolamento, angustia, mudanças de humor, choros constantes, ansiedade e estresse. Alguns gordinhos ficam tão traumatizados com o preconceito que desenvolvem distúrbios alimentares.

A pessoa acima do peso não sofre apenas com a discriminação, ela também é cobrada o tempo todo para se transformar e se adequar aos padrões estéticos. A rejeição gera mais problemas relacionados a alimentação e, inclusive, a própria obesidade.

Excesso de peso no Brasil

Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde mostrou que o índice de obesidade no Brasil aumentou 54% em seis anos. O levantamento também revelou que 51% da população com mais de 18 anos está acima do peso.

Top