Frutas que Ajudam em Cicatrização

A pele é o maior órgão do corpo humano, tendo como principais funções de proteção contra infecções, lesões ou traumas, raios solares e possui…

A pele é o maior órgão do corpo humano, tendo como principais funções de proteção contra infecções, lesões ou traumas, raios solares e possui importante função no controle da temperatura do corpo.

A cicatriz ocorre como resultado de um trauma entre a epiderme e a derme, ou seja, camadas superiores e inferiores da pele. A capacidade de regeneração da pele varia de pessoa para pessoa, mas algumas regras valem para todos como a alimentação e o repouso que influenciam muito no processo de cicatrização.

Os principais ingredientes para ajudar na cicatrização são a vitamina C, vitamina A, selênio e proteínas.

Muitos pesquisadores afirmam que alimentos ricos em vitamina C, zinco e matérias-primas para a produção de proteínas, ajudam a cicatrização e a regeneração celular, por sua vez, desempenha um papel importante na prevenção do câncer. Destacam-se as frutas cítricas que são ricas em vitamina C, tomate, kiwi, laranja, morango, abacaxi cenoura, abóbora, além da batata e inhame, essencial porque estimulam à proliferação de fibroblastos. Os alimentos ricos em vitamina E que são os óleos vegetais, grãos e nozes.

Vitamina A pode ajudar na produção de colágeno e diminui os riscos de inflamação. Encontrado em vegetais folhosos escuros como o brócolis e espinafre e frutas alaranjas.

Saiba que os integrantes do reino vegetal fornecem diferentes vitaminas, minerais, fitossubstâncias e antioxidantes, o que torna fundamental ter uma alimentação variada. Portanto, se você costuma comer apenas saladas verdes, de vez em quando experimente uma cenoura ou amoras no café da manhã, varie os alimentos até formar um arco-íris de frutas e verduras.

As vitaminas desempenham diversas funções no desenvolvimento e no metabolismo orgânico, elas não são usadas nem como energia, nem como material de reposição celular. Funcionam como aditivos e são indispensáveis ao mecanismo, mas em quantidades minúsculas.

Leia Também:  Cetoconazol: para que serve

A falta de vitaminas pode causar várias doenças, como o raquitismo, enfraquecimento dos ossos pela falta da vitamina D ou o escorbuto, falta de vitamina C, que matou tripulações inteiras até dois séculos atrás, quando os marinheiros enfrentavam viagens longas comendo apenas pães e conservas.

O selênio pode ajudar a estimular o nível de glutationa peroxidase. Este ajuda a inibir a produção de prostaglandinas e leucotrienos que causam inflamação e dor.  Encontramos em alimentos como os óleos vegetais que estão no amendoim, soja, palma, milho, cártamo, girassol, etc e o gérmen de trigo. As nozes, as sementes, grãos inteiros e os vegetais de folhas verdes também fornecem vitamina E.

Os brócolis contêm minerais, cálcio, magnésio e selênio, um mineral micronutriente com importância como antioxidante na eliminação de radicais livres, além de ajudar no funcionamento da glândula tireóide. O frango, por exemplo, é uma boa fonte de selênio.

As proteínas também ajudam na cicatrização e na inflamação, elas são encontradas na origem animal como as carnes magras, ovos, leite e queijos brancos etc.

Nada como uma dieta balanceada, exercícios físicos e muita água, pois a água representa mais da metade do nosso peso, compondo cerca de 70% do corpo humano. Ela é fundamental na reprodução das células e no metabolismo, ajudando a eliminar toxinas, sujeira e gordura.

Top