O Sono Nosso de Cada Dia

O sono nada mais é do que um repouso que fazemos em períodos de 8 horas com intervalos de cerca de 24 horas. Durante…

O sono nada mais é do que um repouso que fazemos em períodos de 8 horas com intervalos de cerca de 24 horas. Durante esse tempo nosso organismo realiza importantes funções de conseqüências diretas à nossa saúde tais como o fortalecimento do sistema imunológico, consolidação da memória e – o mais importante – o relaxamento e descanso da nossa musculatura.

A importância de ter um sono saudável:

Em nossa vida, passamos cerca de um terço dormindo. Dormir bem – como todos nós  sabemos – é essencial não apenas para ficarmos acordados no dia seguinte, mas para nos manter saudável a fim de melhorar a nossa qualidade de vida e (porque não?) a nossa longevidade.

O desempenho físico e mental está ligado diretamente a uma boa noite de sono. O efeito da famosa “madrugada em claro” é muito semelhante ao de uma leve embriaguez. Ou seja, sem o merecido descanso o nosso organismo deixa de cumprir uma série de importantes tarefas.

Crescemos enquanto dormimos?

Pois é. A concepção pode parecer um tanto absurda, mas é a mais pura verdade. Na infância, por exemplo, cerca de 90% do hormônio do crescimento é liberado durante o próprio sono. As crianças que dormem mal tem grandes chances de desenvolver algum problema físico.  O “hormônio do crescimento” continua sendo liberado mesmo na fase adulta, embora em doses bem pequenas.  Nos adultos ele evita a flacidez muscular e garante o vigor físico.

Quais são as maiores e principais interferências do sono?

As interferências do sono podem ser classificadas como externas e orgânicas. Os exemplos de interferências externas dos quais podemos citar estão relacionados aos trabalhos noturnos ou turnos rotativos como é conhecido popularmente, fusos horários e pessoas chamadas de “corujas” (sim elas existem) por apresentar mais energia ao entardecer. No caso de interferências orgânicas os exemplos mais conhecidos são a apnéia (freqüentemente associada ao ronco), insônia e bruxismo (ranger de dentes).

Continuar Lendo  Cirurgias plásticas da intimidade

Dicas para melhorar o seu sono:

Quanto mais sabemos das “facetas” que contribuem para melhorar as nossas vidas, melhor ela será. Selecionei algumas dicas bastante válidas sobre o assunto:

  • Durma em local confortável, fresco, escuro e se possível silencioso.
  • Prepare-se para dormir. Criei seu próprio ritual como meditação, relaxamento ou qualquer outra técnica para controlar a tensão.
  • Evite ao máximo de ficar olhando para o relógio cada vez que você acordar.
  • Dormir com fome nem pensar!  Uma dica bem bacana é tomar o famoso “copo de leite morno.”
  • Pratique exercícios regularmente. Sim, eles mesmos!
  • Se você tiver aquela terrível noite de insônia, não force a barra. Procure ler uma boa bula de remédio!
  • Use a cama apenas para dormir. Outras “atividades” estão fora de questão.
  • Faça apenas refeições leves.
  • A melhor posição para dormir é de lado, com as pernas ligeiramente flexionadas.  O travesseiro não deve ser muito alto e o mesmo deve estar apoiando o rosto (óbvio). Também não deve esquecer de colocar uma almofada entre as pernas na altura do dos joelhos.

Bom sono para todos vocês!

 

Top