Estresse de fim de ano pode causar infarto

O final de ano é cercado de fortes emoções e festas. Todas essas sensações são ótimas, mas devem ser dosadas para evitar danos à…

Por Élida Santos em 20/12/2012

O final de ano é cercado de fortes emoções e festas. Todas essas sensações são ótimas, mas devem ser dosadas para evitar danos à saúde. Quem fica estressado com os preparativos do Réveillon e da ceia de Natal pode ser vítima de um infarto, e isso não é uma força de expressão, mas uma realidade.

Leia mais sobre: Evitando o Estresse de Final de Ano

Evite estresse no final de ano (Foto: Divulgação)

Como o infarto pode vir no final de ano

Emoções fortes fazem as glândulas adrenais (localizadas na parte superior dos rins) liberar adrenalina. Essa substância entra na corrente sanguínea e prepara o organismo para enfrentar a situação de emoções fortes, o que provoca aumento dos batimentos cardíacos. Com isso, mais sangue é bombeado para os músculos, para que a pessoa possa fugir ou enfrentar o perigo da melhor maneira.

Saiba mais sobre: 10 dicas para não ter um Natal estressante

A adrenalina estimula também uma contração dos vasos sanguíneos, que serve para bombear mais sangue e melhorar a irrigação em centros vitais a exemplo do cérebro que funciona mais rapidamente e desse modo acontece uma intensificação do trabalho cardíaco. Os vasos sanguíneos ficam mais estreitos e podem ocasionar o infarto.

Esse problema de saúde é a morte de tecidos por falta de oxigenação. O infarto acontece de fato quando alguma artéria coronariana (as que levam sangue ao coração) fica semi-obstruída, e com o falecimento dos tecidos a oxigenação nesse órgão vital se torna comprometida, podendo levar a morte do indivíduo em poucos minutos.

Outra causa do infarto é a contração de uma artéria que já apresente certo entupimento resultar em um bloqueio total. Na maioria das vezes a pessoa nem sabe que o órgão está doente, mas nessa hora o problema se manifesta, e fica difícil salvá-la se não houver um socorro imediato. Nesses casos, ligue para o serviços de pronto atendimento de seu município e chame a ambulância com urgência.

As datas comemorativas devem ser aproveitadas sem nervosismo (Foto: Divulgação)

Espante o estresse e o risco de infarto diminui

Para espantar os problemas cardíacos e o risco de infarto é importante levar uma vida tranquila. No dia a dia, com a rotina corrida é complicado ter uma vida calma e saudável, mas algumas atitudes podem ajudar. Nessa época de festas de final de ano, por exemplo, não exagere na ingestão de alimentos gordurosos e bebidas alcóolicas para não ter riscos de descobrir da pior forma problemas no coração. Não fique estressado com os pequenos obstáculos, arrume um tempo para o lazer e atividades físicas regulares e não tenha atitudes que lhe deixem sob pressão desnecessariamente.

Top