Doenças transmitidas pelo celular

Os celulares fazem parte da vida da maioria das pessoas e há aqueles que não conseguiriam viver longe desses aparelhos. Com o advento dos…

Os celulares fazem parte da vida da maioria das pessoas e há aqueles que não conseguiriam viver longe desses aparelhos. Com o advento dos smartphones, muitas coisas mudaram e hoje o celular não serve apenas para fazer ligação, mas também para se manter conectado no mundo através da internet, tirar fotos, ouvir música e realizar diversas outras funções.

Os aparelhos celulares podem servir de meio de cultura para várias bactéricas nocivas. (Foto: divulgação)

A maioria das pessoas desconhece que o uso de celulares pode causar males a saúde e ainda aumentar a probabilidade de ficar doente. Saiba mais sobre o assunto e fique por dentro das doenças transmitidas pelo celular.

Doenças transmitidas pelo celular

Estudos recentes mostram que os celulares funcionam como verdadeiros meios de cultura para bactérias, sendo capazes de possuir tantos germes quanto a maçaneta de uma porta de banheiro. Entre as principais doenças que podem ser transmitidas pelos celulares estão a gripe, conjuntivite e diarreia.

Como ocorre a contaminação

Os celulares passam de mão em mão e são apoiados em várias superfícies ricas nos mais diferentes tipos de bactérias. Normalmente o usuário acaba se contaminando quando utiliza os dispositivos próximos da boca, nariz e orelhas, ou ainda quando os leva para lugares como a mesa onde são feitas as refeições ou a cama.

A gripe é um dos problemas que pode ser transmitido pelos celulares. (Foto: divulgação)

Os smartphones são os celulares mais perigosos para a saúde, e não é difícil encontrar aparelhos desse tipo com uma quantidade assustadora de coliformes fecais, que indicam a contaminação por fezes. Ingerir esse tipo de agente, mesmo que em pequena quantidade, pode ser o suficiente para desencadear doenças.

Continuar Lendo  Dieta detox pós Carnaval

Como manter o aparelho limpo

Enquanto algumas empresas não disponibilizam nenhuma informação no manual dos dispositivos sobre como pode ser feita uma adequada higienização, outras, como a Apple – fabricante dos iPhones, não recomenda o uso de alguns produtos como os detergentes domésticos, limpa-vidros, sprays, álcool, abrasivos e solventes. O resultado pode ser uma grande confusão para o consumidor, que acaba não sabendo qual produto escolher.

Conseguir manter o aparelho telefônico higienizado sem lhe causar danos, especialmente na tela, não é uma tarefa fácil e requer bastante cuidado. De acordo com uma pesquisa norte-americana, o álcool, apesar de ser contraindicado por alguns fabricantes, se mostrou o método mais eficaz de limpar os aparelhos, sendo capaz de eliminar quase todas as bactérias dos smarthphones sem estragá-los.

É importante manter o celular devidamente higienizado. (Foto: divulgação)

Vários hábitos da vida moderna prejudicam a saúde, e apesar dos aparelhos celulares serem indispensáveis no dia a dia da maioria das pessoas, podem acabar causando contaminação bacteriana por servirem de viveiros para germes que podem ser potencialmente nocivos. Vale a pena ficar atento a alguns detalhes, como evitar levar o celular à mesa durante as refeições e apostar na adequada higienização do aparelho regularmente.

Top