Doação de sangue: quem não pode doar

A doação do sangue é um ato que pode salvar vidas de milhares de pessoas. Mesmo sabendo disso, alguns optam por não deixar de…

A doação do sangue é um ato que pode salvar vidas de milhares de pessoas. Mesmo sabendo disso, alguns optam por não deixar de lado os afazeres do dia a dia e disponibilizar parte do tempo para esse ato de carinho e amor ao próximo. Entre os que se propõem a fazer a doação de sangue existem os chamados grupos de risco, que não podem disponibilizar o líquido para um paciente. Além disso, têm outros fatores que impedem que as pessoas façam a remoção do sangue para doação.

Leia mais sobre: Doação de sangue: mitos e verdades

Doação de sangue é necessário (Foto: Divulgação)

Quem não pode doar sangue?

Como a pessoa que recebe a bolsa de sangue está debilitada e com a saúde frágil é preciso ter todo cuidado. Por isso, são muitas as exigências para que possa ser feita uma doação de sangue. Além disso, é necessário zelar pela integridade da pessoa que está se prontificando a ajudar com a doação, por isso alguns pontos de sua saúde são observados antes da extração sanguínea. Confira abaixo os critérios utilizados pelos Hemocentros brasileiros para recusa de tal coleta:

– Em estado febril ou em período de menstruação;

– Pessoas com menos de 18 anos e sem equilíbrio peso-altura;

– Parceiros sexuais de pessoas infectadas pelo HIV (AIDS);

– Pessoas que sofreram grandes cirurgias nos últimos seis meses;

– Portadores de doenças infecto-contagiosas (AIDS, malária, Sífilis, Chagas, hepatite B ou C);

– Pessoas com múltiplos (as) parceiros (as) sexuais;

– Pessoas que mantiveram relação sexual sem o uso do preservativo nos últimos 12 meses;

– Usuários de drogas injetáveis;

Continuar Lendo  Prevenir cáries nos dentes de leite

– Mulheres: grávidas, amamentando ou que tiveram aborto nos últimos três meses.

Saiba mais sobre: Requisitos minimos para doação de sangue

A doação de sangue precisa seguir algumas recomendações (Foto: Divulgação)

Entrevista com o doador

A maioria desses tópicos podem ser identificados na entrevista realizada pela assistente social antes da realização da doação de sangue. Por isso é importante ser sincero. Caso a pessoa tenha vergonha de dizer a verdade terá uma segunda chance após a doação, quando receber uma cédula com a seguinte questão: “Podemos confiar em todas as informações prestadas?”. Ao responder “não” o sangue será descartado. Mesmo assim, todos passam por um exame, mas algumas doenças não podem ser identificadas em um determinado prazo e a contaminação pode acontecer se o doador omitir informações na entrevista.

Veja abaixo todas as condições exigidas para poder doar sangue:

• Gozar de boa saúde (avaliação médica na Unidade Móvel do Hemocentro);

• Não estar fazendo uso de medicamentos;

• Ter entre 18 e 65 anos de idade;

• Apresentar carteira de identidade ou profissional ou habilitação com foto ou passaporte;

• Pesar acima de 52 quilos (descontar vestuário);

• Ter dormido pelo menos 6 horas na noite anterior à doação (é importante a qualidade do sono);

• Alimentar-se bem antes da doação (não pode comer gordura, por isso faça lanches leves);

• Plantonistas não devem doar sangue no dia em que saírem do plantão;

• O doador não pode ter ingerido bebida alcóolica nas últimas 24 horas;

• A pessoa jamais deve ter realizado exercícios físicos antes da doação;

• Quem colocou piercing ou fez tatuagem nos últimos 12 meses não pode doar;

Continuar Lendo  Agendamento para doação de sangue: como fazer

• As pessoas que fizeram endoscopia nos últimos 12 meses também não podem doar;

• É preciso evitar fumar 2 horas antes da doação;

Top