Dividir a cama com o bebê aumenta risco de morte súbita

Toda mãe procura cuidar do seu filho da melhor forma possível. Porém, o que pode parecer melhor, algumas vezes pode causar danos ao pequeno.…

Toda mãe procura cuidar do seu filho da melhor forma possível. Porém, o que pode parecer melhor, algumas vezes pode causar danos ao pequeno. Esse é o caso de dividir a cama com o bebê, pois aumenta o risco de morte súbita. Confira mais sobre o assunto. 

A criança não deve dormir na cama com os pais (Foto: divulgação)

Quando o bebê está perto de nós, sentimos que está mais protegido. Mas, isso nem sempre é verdade. Uma recente pesquisa Britânica mostrou que quando colocamos o bebê para dormir na mesma cama que os pais, o risco de ocorrer morte súbita aumenta em até 5 vezes. O estudo foi publicado no site BMJ Open, site de acesso livre que publica pesquisas médicas. 

Síndrome da morte súbita

A morte súbita é definida como o óbito de um recém nascido previamente sadio, sem fatores desencadeantes. Esse tipo de acidente é muito comum entre os bebês com menos de 1 ano de idade, principalmente nos Estados Unidos. Os especialistas ainda não conseguiram explicar a razão desse fenômeno, mas acredita-se que vários fatores estejam acoplados na causa do problema, que parece estar relacionada a parada respiratória do recém nascido.

Os pais muitas vezes colocam o pequeno para dormir na mesma cama quando há dificuldades para fazer a criança pegar no sono. Porém, o ideal é lançar mão de alguns truques para o bebê dormir. Quando a criança estiver calma e sonolenta, é só coloca-la no berço para ter uma noite tranquila. 

O ideal é fazer o bebê dormir e depois coloca-lo no berço (Foto: divulgação)

Estudos sobre a morte súbita

O estudo britânico relatou que o risco de morte súbita aumenta até 5 vezes quando o bebê é colocado para dormir na cama dos pais. A causa pode estar associada ao fato dos pais acabarem sufocando a criança durante o sono, sem perceberem. Porém, esse dado não é claro.

Continuar Lendo  Como disfarçar celulite: dicas

A importância desse tipo de pesquisa é conseguir orientar os pais sobre a melhor forma de seu filho dormir, diminuindo os riscos de problemas. No Brasil, diversos debates já foram feitos sobre qual a melhor posição para a criança passar a noite. Antigamente acreditava-se que colocar o bebê para dormir de lado era a melhor forma de protegê-lo, principalmente contra o sufocamento por vômito. Porém, hoje a Sociedade Brasileira de Pediatria entrou no consenso dizendo que a melhor posição é de barriga para cima, pois estudos demonstraram uma menor taxa de morte súbita em crianças que dormem dessa forma.

Qual o melhor lugar para o bebê dormir

A pesquisa britânica relata que os pais não devem colocar o bebê para dormir na mesma cama, principalmente nos primeiros 3 meses de vida. O ideal é colocar o berço no quarto e deixar a criança dormir nele. Dessa forma, o pequeno fica perto, mas não corre o risco de sufocamento ou outros problemas. Se o bebê estiver muito agitado e choroso, vale a pena tentar algumas dicas para acalmar a criança, antes de coloca-la no berço.

O berço é o local mais seguro para o recém nascido dormir (Foto: divulgação)

A morte súbita é um problema muito comum e ainda sem explicação. Pesquisas recentes conseguiram determinar que quando a criança dorme na cama com os pais o risco de sofrer morte repentina aumenta em 5 vezes. Por isso, os especialistas orientam não colocar o bebê para dormir na mesma cama que os adulto, sendo ideal coloca-lo no berço no mesmo quarto.

Top