Dicas para perder o medo do dentista

Dicas para perder o medo do dentista

Para quem tem medo de ir ao dentista, o otimismo e o bom humor podem ajudar a aliviar as preocupações e também a dor…

Por Editorial MDT em 25/09/2013

Para quem tem medo de ir ao dentista, o otimismo e o bom humor podem ajudar a aliviar as preocupações e também a dor nesse momento. Em torno de 50% dos adultos sofrem com algum grau de medo odontológico e cerca de 5% tem medo grave. Saiba mais sobre o assunto e confira dicas para perder o medo do dentista.

O dentista deve conversar com o cliente sobre esse medo. (Foto: divulgação)

Medo do dentista

Não é difícil para um dentista saber quando o paciente está morrendo de medo. Afinal, ele senta, cruza os pés, segura nos braços da cadeira, fecha os olhos quando abre a boca, tenciona os ombros e dá todos os sinais de que não gostaria de estar ali. Aprender a identificar esses sinais é tão importante que se tornou matéria dada nas salas de aula. Os professores das universidades ensinam essas características para os alunos, para que eles possam saber como deixar o paciente mais tranquilo durante o tratamento.

Segundo dados da Sociedade Americana de Odontologia, três a cada 10 adultos apresentam medo de ir ao dentista. Não existe dados semelhantes no Brasil, mas Newton Miranda (presidente da Associação Brasileira de Odontologia), acredita que os números sejam ainda maiores ou semelhantes.

As terapias podem ajudar a acabar com o medo de ir ao dentista. (Foto: divulgação)

Dicas para perder o medo do dentista

1. Tratamento psicológico: essa terapêutica é usada quando o medo gera muito sofrimento para o individuo, fazendo com que ela não faça o tratamento, por não conseguir superar sozinho o mesmo. A terapia é focada no problema, com poucas sessões onde o paciente se conscientiza de que não há perigo e que a dor que se imagina sentir é totalmente suportável.

2. Acupuntura com imãs: essa técnica feita pode ajudar a acalmar, trazendo resultados satisfatórios, inclusive nas anestesias.

3. Massagem: com a cadeira vibratória, essa terapia pode proporcionar muitos benefícios. Elas podem ser feitas ainda nas costas e ombros para eliminar a tensão e dar uma relaxada.

4. Hipnose: trata-se de um recurso que traz melhores benefícios do que a sedação tradicional, já que atua na redução da saliva, diminui o sangramento e melhora a cicatrização. Essa técnica deixa a pessoa consciente, sugerindo de que há sensação de dor, porém, deve ser feita por um profissional capacitado.

5. Conversar: o dentista deve conversar com o cliente sobre seu medo, pedindo para que ele explique como será o procedimento que ele irá utilizar. Além disso, é importante combinar um modo de sinalizar para que o cliente comunique ao sentir dor.

É preciso perder o medo de ir ao dentista. (Foto: divulgação)

O medo de ir ao dentista é um problema que afeta muitas pessoas em todo o mundo. Para acabar com esse problema é preciso saber como escolher o dentista e se necessário até procurar ajudar de um psicólogo para fazer terapias.

Top