Dicas para gastar menos na balada

Como diz a música, “todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite”. Afinal, depois de uma semana inteira de trabalho e/ou estudos,…

Por Editorial MDT em 19/01/2013

Como diz a música, “todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite”. Afinal, depois de uma semana inteira de trabalho e/ou estudos, nada melhor do que relaxar, encontrar os amigos, colocar o papo em dia e sair para se divertir. O grande problema para muitos, porém, acaba sendo a grana gasta todo fim de semana com as baladas. Como ficar em casa é uma opção nem um pouco agradável, veja aqui dicas para gastar menos na balada e aprenda a economizar parte desse dinheiro para outros projetos.

Planejando-se é possível se divertir mais e gastar menos nas baladas de fins de semana (Foto: divulgação)

Leia também: Dicas de como não pagar mico na balada.

Gastar menos na balada: planejamento

Não existe segredo para se gastar menos na balada. A palavra de ordem para se economizar na balada é planejamento, ou seja, calcular previamente o dinheiro separado mensalmente para as baladas e, dividindo esse valor por todos os fins de semana do mês, chegar ao montante disponível para gastar cada um delas.

Faça um "esquenta" com os amigos antes de ir para a balada, para não precisarem comer mais tarde e, assim, gastarem mais dinheiro (Foto: divulgação)

Veja também: Decoração de balada: dicas, fotos.

Dicas para gastar menos na balada

  • Não chegue à balada de barriga vazia. Faça um “esquenta” pré-balada na casa de um dos amigos ou então em um bar simples, onde certamente um lanchinho e algumas bebidas vão sair bem mais em conta do que na balada. Já que estas começam cada vez mais tarde, sobra bastante tempo de comer, beber e conversar com os amigos antes de todos partirem para o agito;
  • Pense em qual é a melhor opção de transporte até o local da balada. A companhia dos amigos também faz diferença nessa hora, já que, se um deles for dirigir, o valor da gasolina e do estacionamento pode ser dividido entre todos. Se todos forem beber, porém, nesse caso a alternativa é rachar o valor de uma corrida de táxi, a fim de que a diversão seja completa e sem preocupações;
  • Se você só costuma frequentar baladas que cobram altas taxas de entrada ou consumação, o ideal é começar a procurar opções de agito que não contem com nenhuma dessas cobranças. Mesmo que haja cobrança de entrada, algumas delas fazem promoções, por meio de seus sites, como a inclusão do nome da pessoa para entrar livremente, sem pagar nada (são as chamadas listas VIP);
  • Para pôr em prática a dica de cima, saiba que os bons relacionamentos podem fazer toda a diferença. Quem vai sempre ao mesmo lugar acaba ficando amigo dos garçons e outros funcionários do local, o que pode garantir facilidades que contribuem para se gastar menos na balada.

    Divida com seus amigos o valor do transporte até a balada e, se todos forem beber, vão e voltem de táxi (Foto: divulgação)

Top