Dicas de Passeio em Moscou, Pacotes

A Rússia é conhecida por ser um dos países com o maior número de habitantes, além de ser o maior país em relação a…

A Rússia é conhecida por ser um dos países com o maior número de habitantes, além de ser o maior país em relação a número de territórios. Famosa por suas personalidades políticas e culturais polêmicas, tem como capital Moscou, que além de ser o centro político do país, também é a maior metrópole da Europa e está entre as maiores cidades do mundo.

Apesar de fazer parte da Europa, ela não está ingressa na União Européia, pelo fato de ter sua moeda própria. Mundialmente, a capital é conhecida pelas suas famosas vodkas, pelo seu clima bem gelado e por famosas histórias e casos políticos. Vale a dica: pode ser que o frio seja suportável graças ao calor da vodka.

Antes de qualquer coisa, se for fazer uma viagem para lá, faça de tudo para se prevenir do frio, especialmente se vive em um país tropical, já que o frio pode ser terrível, caso você não vá preparado. No verão as temperaturas podem chegar a 22C°, enquanto no frio chegam a fazer -10C° (já houve relatos de até -30C°).

A Rússia possui moeda própria, chamada de Rublo Russo. É possível trocar dinheiro nos aeroportos ou na cidade. No Sheremetievo Airport, por exemplo, você encontrará um posto da Travelex, no primeiro andar, enquanto no Domodedovo, encontrará o Getin Bank, Citibank, Masterbank, entre outros. Mas fique atento, pois as taxas de câmbio nos aeroportos são mais desvantajosas do que na cidade. Vale a pena fazer a troca somente do suficiente para seu transporte até o hotel e para comer alguma coisa. Depois, com mais tempo e tranquilidade, procure uma casa de câmbio na cidade. Dizem que muitas delas ficam nas estações de metrô, espalhadas pela metrópole.

Falando em metrô, esta é a opção mais recomendada para se locomover pela capital. Fique atento às formas de passagens, pois turistas têm cartões especiais para esta ocasião, é melhor se informar antes de se preparar para o embarque. O bilhete comum sai por volta de 0,60 centavos de euro, ou seja, não é tão caro.

Agora, em relação às atrações da cidade, elas existem para todos os gostos e com certeza vão garantir vários dias de muita cultura, história e diversão. Tem opções que remetem à informações históricas e culturais, bastante interessante pata vivenciar de perto aquilo que só vimos em livros escolares. Confira abaixo os locais mais visitados e programa-se:

Kremlin: residência oficial do presidente da Rússia e uma espécie de complexo de galerias, museus e até catedrais com peças que retratam a história da cidade e do país.

Praça Vermelha: além de cartão postal da cidade a praça abriga o Mausoléu de Lênin, Basílica de São Basílio e o Kremlin.

Mausoléu de Lênin: aqui se encontra o corpo embalsamado do criador da URSS, Lênin, desde 1924.

Galeria Treyakov: neste museu você encontrará várias peças da cultura local que vão desde o século XI até o XX.

As opções citadas são apenas algumas entre muitas. Para ver mais, visite o site Dicas e Turismo. Você consegue fechar um pacote de viagem para lá, pela própria internet, o que é extremamente prático. Vários sites são especializados nesse tipo de negócio e oferecem boas promoções, vale pesquisar. Visite o site ITrip e confira as opções disponíveis.

Top