Viagem para os Lagos Andinos

Na região dos Lagos Andinos, onde o Chile se une à Argentina, o grandioso vulcão Osorno impera soberano em uma área repleta de atrativos…

Por Redacao em 16/07/2011

Na região dos Lagos Andinos, onde o Chile se une à Argentina, o grandioso vulcão Osorno impera soberano em uma área repleta de atrativos para os amantes da natureza.

Nada mais romântico do que um passeio pelos Lagos Andinos, onde você encontra uma natureza exuberante, neve, friozinho, vulcões, águas geladas, porém com um tom azul inesquecível.

A região tem o título de uma das mais belas e românticas do mundo, pois reúne diferentes características ao longo do ano. Nos meses de verão, destaca-se o verde de plantas e lindos gramados, com um toque especial, o pico das montanhas branquinho, por causa da neve do inverno.

A agência de turismo CVC proporciona esse tipo viagem para os lagos Andinos, no qual você pode observar a paisagem durante toda a viagem, ou seja, de Santiago até Buenos Aires é possível admirar essas maravilhas belezas naturais.

As viagens para os lagos Andinos geralmente são vendidos em pacotes que duram entre 8 até 13 dias, pois é o tempo suficiente para que os você conheça bem a região e aproveitem a sua estadia com muita diversão.

A saída acontece em Santiago, capital do Chile, localizada aos pés da Cordilheira dos Andes. O passeio continua pelo ferry boats, ou seja, embarcações que navegam pelas águas geladas dos Lagos Andinos. A primeira parada acontece em Puerto Mont, uma cidade muito agradável, principalmente no quesito gastronômico, sendo assim você pode programar um jantar e provar os deliciosos pescados. Puerto Montt é o principal porto do sul do Chile. A vida nesse local gira em torno da atividade pesqueira, com velhos moradores e pescadores que sempre têm alguma história do mar para contar. Continuando o percurso a próxima parada é feita em uma cidade colonizada por alemães, bem pequena, contendo apenas um hotel todo em madeira.

Na região você encontra os mais variados restaurantes, de cozinha típica ou internacional. Não deixe de saborear a comida mapuche, prato mais típico da região, preparado embaixo da terra, sobre brasas quentes e envolvidos em folhas de nalca, uma planta da região, e os deliciosos vinhos chilenos nas bodegas espalhadas pelas cidades dos Lagos Andinos.

O próximo local de parada já é em terras Aargentinas, mais especificamente em Bariloche. Nada muda no cenário, que continua deslumbrante e encantador. Bariloche é magnífica por si só, tanto no verão quanto no inverno. Impossível não destacar suas estações de esqui, com ótima infra-estrutura e muito requisitada pelos brasileiros. No verão, vale fazer um belo passeio a cavalo e provar da gastronomia.

Para fechar esse incrível roteiro, nada melhor do que finalizar em Buenos Aires, cidade do tango, dos encantos e das conquistas. Você pode visitar a Casa Rosada, atual sede do Poder Executivo da Argentina, onde, antigamente, se encontrava o Forte. É a sede da presidência da República Argentina, em Buenos Aires.

A Casa Rosada possui fama internacional por ter sido palco para importantes manifestações políticas e também artísticas, e continuando o passeio você pode arriscar alguns passos do sensual tango, ver o pôr-do-sol em alguma das cafeterias espalhadas e cair no agito da cidade mais romântica da América do Sul. Não perca a oportunidade de conhecer.

Top