Dengue comum e hemorrágica: quais as diferenças

A dengue é uma doença que causa febre e mal estar. Ela é provocada pela transmissão de um vírus através da picada de um mosquito, principalmente o denominado Aedes aegypti,…

A dengue é uma doença que causa febre e mal estar. Ela é provocada pela transmissão de um vírus através da picada de um mosquito, principalmente o denominado Aedes aegypti, inseto que se desenvolve principalmente em regiões subtropicais. Saiba mais sobre o assunto e veja as diferenças entre a dengue comum e hemorrágica.

Tanto da dengue normal como a hemorrágica são transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti. (Foto: divulgação)

Dengue comum e hemorrágica

A dengue comum e hemorrágica são causadas pelo mesmo vírus. Na dengue comum, o indivíduo acometido não apresenta grandes complicações além de febre e dores, já que os nossas células de defesa conseguem eliminar o vírus. Já a dengue hemorrágica pode levar a morte devido a complicações da doença.

Existem quatro sorotipos diferentes do vírus da dengue. A pessoa infectada por um deles desenvolve anticorpos permanentes contra esse tipo específico, mas se torna vulnerável aos demais. Se ocorrer uma segunda contaminação, a doença se torna mais grave, acompanhada de uma produção anormal de anticorpos.

O excesso de células de defesa aumenta e também a quantidade de outras substâncias que são liberadas no processo de infecção, que provocam lesões nas paredes dos vasos sanguíneos. Com a destruição das plaquetas pelo vírus, o sangramento interno não é estancado. Isso faz com que a pressão arterial caia, gerando uma insuficiência circulatória que pode ser fatal.

A febre alta é um dos sintomas da dengue. (Foto: divulgação)

Veja também remédios que devem ser evitados na dengue 

Modo de transmissão da dengue

A dengue não é transmitida de pessoa para pessoa. Seu principal vetor é o mosquito Aedes aegypti. Depois de 10 a 14 dias da picada, o indivíduo começa a manifestar os sintomas.

O ciclo de transmissão acontece quando a fêmea do mosquito deposita seus ovos nos recipientes de água. Ao saírem dos ovos, as larvas vivem na água durante uma semana. Depois desse período, se transformam em mosquitos adultos e prontos para picar. O Aedes aegypti procria em velocidade muito acelerada e o mosquito adulto vive em média 45 dias.

Leia Também:  Descubra como evitar que a ansiedade estrague os seus planos

Sintomas da dengue comum e hemorrágica

Dengue comum: dor de cabeça, febre alta, perda do apetite, fadiga, dores musculares, nas articulações e ao redor dos olhos. Manchas na pele e pequenos sangramentos também podem ocorrer. O tratamento da dengue comum consiste em cuidados para aliviar os sintomas. Geralmente são usados somente antitérmicos e soro fisiológico para hidratar o corpo.

Dengue hemorrágica: são os mesmos da dengue comum, porém apresentam mais sangramentos leves, como nas gengivas, gastrointestinais, intracranianos e derrames. Para tratar a dengue hemorrágica utiliza-se terapias contra insuficiência circulatória, como reposição de plasma. Os medicamentos a base de ácido acetilsalicílico devem ser excluídos, pois podem provocar ainda mais sangramentos.

A dor de cabeça e dores no corpo são sintomas da dengue. (Foto: divulgação)

Veja também mitos e verdades sobre a dengue 

A dengue clássica e hemorrágica possuem suas particularidades, principalmente quando se trata dos riscos que ambas oferecem. A dengue clássica gera muitos incômodos devido aos sintomas apresentados, já a dengue hemorrágica pode colocar a vida do paciente em risco. Fique de olho e previna-se contra a dengue.

Top