Decoração com pink: ideias, dicas

O pink é a tonalidade mais vibrante do rosa e está associada ao gosto da mulher moderna. Há várias formas de trabalhar com a…

Quarto de adolescente decorado com pink.

O pink é a tonalidade mais vibrante do rosa e está associada ao gosto da mulher moderna. Há várias formas de trabalhar com a cor na decoração, conseguindo resultados bem ousados e bonitos visualmente. Apesar de o seu uso estar associado às patricinhas, o tom pode marcar presença em diferentes contextos na decoração.

O significado do Pink

Como se trata de um tom de rosa, a cor serve de estímulo para o afeto, amor e outros sentimentos nobres. O pink possui uma estreita relação com o elemento feminino, mas também é caracterizado por sua grande dose energética, ou seja, poder de levantar o astral.

A cor pink garante energias positivas no ambiente a partir da sua proposta de suavidade, verdade e carinho. O tom consegue deixar o espaço com uma atmosfera mais moderna e jovial, despertando sentimentos extremos de amor e ódio.

O rosa pink também pode ser considerado como doce e alegre, capaz de superar todos os preconceitos com a sua intensidade. Sensível, serena e harmoniosa, a cor se revela perfeita para melhorar o clima de romance e companheirismo.

Detalhes pink na decoração.

Como usar pink na decoração

– Quarto de adolescente: no ocidente a cor prevalece e ilustra o mundo encantado das garotas. Por essas e outras é muito comum o pink marcar presença nos detalhes dos móveis, acessórios e até revestimento vertical. Ao trabalhar com este tom de rosa, fica mais fácil alcançar a proposta de um ambiente jovem, alegre e moderno.

– Detalhes no cômodo: para não chamar muita atenção, é válido apostar em combinações mais suaves e convidativas, como é o caso do branco com o pink. Quem possui o objetivo de compor um ambiente mais discreto, deve inserir o rosa vibrante no espaço através dos acessórios e nunca pelo mobiliário.

Leia Também:  Novo exame de sangue detecta problema cardíaco escondido

-Quando a cor é neon: neste contexto é recomendado buscar o equilíbrio do pink com as outras cores, adotando uma base neutra. O tom deve ser usado em pequenas doses para não sobrecarregar o espaço decorado e, em parceria, com no máximo mais duas cores predominantes.

Parede pink e almofadas coloridas trazem a tona o color blocking.

– Color blocking: a tendência permite a combinação de cores mais ousadas, ou seja, o rosa pode aparecer num espaço decorado com outras cores vibrantes. Para não cometer exageros em ambientes pequenos, uma parede colorida ou um item chamativo na cor pink já é suficiente para ter um impacto moderno na decoração. Neste contexto, a ideia de trabalhar com o rosa no visual de um determinado ambiente têm mais ousadia e impacto.

Aproveite as dicas e inove a decoração da casa com um toque de pink.

Top