De virada, Santos vence o Corinthians no Pacaembu

Time da baixada derrota o Timão no Pacaembu por 3 a 1 e ainda sonha com o título. Corinthians deixa a liderança depois de 16 rodadas

Por Redacao em 18/09/2011

Borges marca mais um e dispara na artilharia do Brasileirão

O Santos não só derrotou o rival Corinthians por 3 a 1, no Pacaembu, neste domingo, como também manteve o Timão longe da liderança da competição e ainda por cima se vê no direito de sonhar  com a conquista do título brasileiro. Com 32 pontos, o alvinegro praiano está a 13 pontos do Vasco, atual líder, mas como ainda tem dois jogos a menos pode diminuir essa diferença para sete pontos.

Já o Timão, acumula sua segunda derrota consecutiva e cai do primeiro para o terceiro lugar no Brasileirão. Com o revés, o Corinthians deixa a liderança da depois de 16 rodadas.

O clássico

A partida começou com as duas equipes preocupadas em fechar os espaços no meio de campo. Porém, não demorou muito para o Corinthians tomar a iniciativa e pressionar o Santos. Paulinho pelo lado direito infernizava a vida dos zagueiros santistas.

E logo aos 11 minutos, o Corinthians abriu o placar com o artilheiro Liedson. Depois de boa jogada entre Emerson e Alessandro, o lateral invadiu a área pelo lado esquerdo e cruzou, a zaga santista afastou mal e a bola sobrou para Liedson encher o pé. 1 a 0 Timão. Este foi o 16º gol de Liedson no Pacaembu em 2011.

Aos 14 minutos, o Santos chegou pela primeira vez com perigo. Neymar cabeceou e Júlio César fez ótima defesa. Poucos minutos depois, também explorando a jogada aérea, foi a vez de Alan Kardec cabecear forte e obrigar o camisa 1 corintiano a salvar o Timão.

Depois disso, o jogo ficou bastante equilibrado com os dois times criando chances de gol. Aos 25 minutos, Liedson bateu colocado e a bola explodiu no travessão. Aos 30, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Borges, mas Julio César saiu nos pés do atacante e impediu o gol.

Três minutos depois, William deu a resposta pelo lado do Corinthians. O atacante fez ótima jogada, driblou Léo e bateu de esquerda para brilhante defesa de Rafael.

Ligado no jogo, o Santos chegou ao empate aos 37 minutos, com Henrique. Neymar bateu escanteio e a bola chegou até os pés do meia, que bateu cruzado sem chances para o goleiro Julio César.

Peixe na frente

O segundo tempo começou com o Santos mais agressivo. Aos cinco minutos, Neymar fez excelente jogada e deixou Alan Kardec na cara do gol, mas o atacante finalizou mal em cima de Júlio César. Porém, aos oito minutos, Alan Kardec se redimiu. O atacante foi na linha de fundo e cruzou rasteiro na área, Borges se antecipou ao zagueiro Leandro Castán e marcou o gol da virada: 2 a 1 Santos.

Aos 11 minutos, Alan Kardec teve a chance de matar o jogo. Neymar novamente deixou o atacante na cara do gol, mas Alan pegou muito mal na bola e mandou para fora.

Aos 20 minutos, depois de levantamento na área a zaga santista ficou indecisa no lance e quase Liedson empatou o jogo.

Expulsão e gol santista

O jogo ganhou ainda mais emoção aos 21 minutos, quando o meia Henrique impediu avanço de Alex, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um jogador a mais em campo, o Corinthians foi para cima em busca do gol de empate. Aos 24 minutos, Jorge Henrique cruzou e Liedon sozinho cabeceou para fora.

No momento em que o Corinthians ameaçava uma pressão, o Santos definiu o jogo. Num contra-ataque rápido, o atacante Alan Kardec entrou livre pelo lado direito, cruzou na área e o zagueiro Chicão jogou contra o próprio gol.

Aos 44 minutos, o meia Felipe Anderson ainda teve uma excelente chance de ampliar o marcador, mas jogou para fora.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Ramón (Welder); Ralf (Danilo), Paulinho e Alex; William (Jorge Henrique), Emerson e Liedson. Técnico: Tite

SANTOS: Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Henrique e Ibson (Pará); Neymar (Bruno Rodrigo), Alan Kardec e Borges (Felipe Anderson). Técnico: Muricy Ramalho

Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)

Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)

Renda/público: R$1.178.406 / 34.308 pagantes

Cartão amarelo: Ralf (COR) Henrique (SAN)

Cartão vermelho: Henrique (SAN)

Gols: Liedson, 12’/1ºT (1-0); Henrique, 37’/1°T (1-1); Borges, 8’/2°T (1-2); Alan Kardec, 35’/2°T (1-3).

Top