Criolipolise para eliminar gordura

Muitas pessoas conseguem manter o seu peso ideal por bastante tempo. Porém, quando se olham no espelho, deparam-se com os famosos pneuzinhos, que cismam…

Por Editorial MDT em 14/02/2012

Por mais que estejamos no peso ideal, sobram as gorduras localizadas. (Foto: Divulgação)

Muitas pessoas conseguem manter o seu peso ideal por bastante tempo. Porém, quando se olham no espelho, deparam-se com os famosos pneuzinhos, que cismam em continuar na região abdominal. Para tanto, existem vários tratamentos estéticos para a retirada dessa gordura localizada como a lipoaspiração ou a carboxterapia, que são invasivos e podem causar danos à pele. Entretanto, agora existe uma nova técnica denominada criolipólise, que não é invasiva. Por isso, conheça a criolipólise para eliminar a gordura localizada.

Por muitos anos, os cientistas acreditaram que o melhor método para acabar com a gordura fosse com o uso de altas temperaturas. No entanto, essas técnicas tinham resultados apenas parciais, pois as temperaturas altas acabavam queimando a pele dos pacientes além da gordura.

Sendo assim, cientistas da Harvard Medical School resolveram tentar o oposto, ou seja, usar baixas temperaturas para eliminar a gordura localizada. Então, esse estudo foi mostrado no 68º Encontro da Academia Americana de Dermatologia.

Na criolipólise, o corpo é resfriado gradualmente até o congelamento da gordura subcutânea. Com o frio, os adipócitos, células que participam da síntese e do armazenamento da gordura, são desagregados. Assim, as células de gordura são danificadas e o sistema linfático as metaboliza. E o melhor: tal método não causa dano algum à pele.

A criolipólise é feita com um aparelho chamado criolipólise zeltiq, que tem uma ponteira que gela o local onde é aplicada. Ele congela as células de gordura, mas não danifica a epiderme.

Para tanto, chegou o método criolipólise, que elimina a gordura de modo não invasivo. (Foto: Divulgação)

Sem o uso de agulhas ou cânulas, essa técnica não necessita de anestesia e a recuperação do paciente é rápida e tranquila. Desse modo, há somente efeitos colaterais leves como a vermelhidão e a sensibilidade local por algum tempo.

Pessoas com mais de 18 anos podem fazer o tratamento, porém apenas aquelas que estão no peso ideal e precisam eliminar as gorduras locais. Ele só é contra-indicado para gestantes. Como ainda é um método novo, suas sessões são caras, chegando a custar R$2,5 mil cada uma.

Para eliminar a gordura localizada sem sofrimento, o melhor método é a criolipólise. Entretanto, se não houver um conjunto de tratamentos como a boa alimentação e exercícios físicos, não adianta fazer nenhum tratamento estético, sendo que a gordura voltará do mesmo jeito. Por isso, não deixe de se alimentar bem e de praticar esportes regularmente.

 

 

 

Top